Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Vários pontos de desnível

Londrina: Ponte de madeira do Lago Igapó 2 será interditada novamente

Redação Bonde
14 mai 2024 às 18:45
- Emerson Dias/PML
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Prefeitura de Londrina fará nova interdição da ponte do lago Igapó 2, localizada na Rua Joaquim de Matos Barreto, próxima ao cruzamento com a Rua Monte Castelo, na área central. A estrutura de madeira está com vários pontos de desnível em sua extensão, e já havia sido interditada pela Defesa Civil do Município há alguns meses. Agora, a Secretaria Municipal de Obras e Pavimentação vai bloquear o acesso dos pedestres à estrutura.


A expectativa é que a interdição seja finalizada até sexta-feira (17). Além de uma faixa de sinalização, serão instaladas placas e barreiras e haverá remoção de parte do tablado da ponte. O intuito é evitar que a população continue utilizando a passagem, mesmo diante do risco de acidentes.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


De acordo com a prefeitura, essa e outras pontes distribuídas pelo Igapó serão substituídas. Os projetos estão sendo elaborados pelo corpo técnico da secretaria de Obras para que, posteriormente, seja licitada a construção das novas estruturas.

Leia mais:

Imagem de destaque
Londrina

Conselho Universitário da UEL adere à Prova Paraná Mais com 20% das vagas do vestibular

Imagem de destaque
Regularização fiscal

Em Londrina, negociações do Profis 2024 ultrapassam os R$ 35 milhões

Imagem de destaque
Manutenção na rede

Desligamento de energia afeta abastecimento de água em bairros de Londrina e Cambé nesta quarta-feira

Imagem de destaque
Das 8h às 18h

Obras de ampliação de rede atingem abastecimento de água nesta quinta-feira no distrito de Maravilha em Londrina


O secretário municipal de Obras e Pavimentação, João Verçosa, explicou que, em um primeiro momento, buscou providenciar o reparo das pontes de madeira, feitas de forma rústica com troncos de eucalipto e outros tipos de madeira.

Publicidade


No entanto, por não contar com equipe própria apta a executar esses serviços, nem tendo o material necessário, o Município teria de contratar via licitação a empresa que faria a execução das reformas. “Esse material tem uma vida útil e não temos material para substituir essa peças nem pessoas capacitadas, com experiência, para esse tipo de trabalho. Então buscamos orçamento fora do Município, mas não foi possível a contratação pois precisaria de projetos. Sendo assim, tomamos outra decisão, que foi projetar essas passarelas em estrutura metálica”, disse.


A elaboração de projetos para novas pontes do Igapó está a cargo dos engenheiros lotados na Diretoria de Projetos da SMOP, e inclui o desenvolvimento dos projetos estruturais. “Nesse momento não temos uma data provável para conclusão desses trabalhos, mas estamos cobrando o pessoal da área para que agilizem. Teremos pontes mais resistentes e com mais durabilidade”, informou Verçosa.


Além disso, como as fitas de isolamento instaladas pela Defesa Civil foram removidas pelos usuários, agora serão instaladas placas que vão impedir a entrada nessa ponte. “E vamos retirar trechos do tablado, para que as pessoas não se aventurem por essa passarela de madeira. Com isso, vamos deixar impedido até o momento que tivermos a contratação de empresa para substituição das passarelas. Até sexta-feira (17), acredito que já esteja interditada”, reforçou. (Com informações do N.Com)

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade