Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Um furto já foi evitado

Projeto da Guarda Municipal reforça monitoramento em praças públicas de Londrina

Redação Bonde com N.Com
25 mar 2023 às 13:00
- Bruno Amaral/Defesa Social
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um novo sistema de monitoramento está sendo implementado nas praças públicas de Londrina, por meio da SMDS (Secretaria Municipal de Defesa Social). 


Inicialmente, o projeto viabilizou a instalação de câmeras em duas praças localizadas no Jardim Alvorada, próximas à Unidade Básica de Saúde (UBS), e na praça do Residencial Acquaville, ao lado da Escola Municipal Roberto Alves Lima Junior. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


E, por meio do novo monitoramento, na madrugada desta sexta-feira (24), foi possível impedir uma tentativa de furto na UBS do Alvorada, que resultou na prisão do suspeito.

Leia mais:

Imagem de destaque
Trajeto mais adequado

Viaduto da PUC congestiona Av. Tiradentes e melhor acesso à ExpoLondrina será a PR-445

Imagem de destaque
Duas vezes por semana

Entregas dos Correios nos distritos de Londrina são retomadas nesta quinta-feira

Imagem de destaque
Mutirões mensais

Hoftalon reduz prazo para cirurgias de catarata de pacientes já autorizados pelo SUS

Imagem de destaque
Conscientização

Polícia Militar apreende quatro carros e uma moto em blitz em Londrina


Em entrevista coletiva realizada nesta sexta-feira (24) na sede da GM (Guarda Municipal), o secretário municipal de Defesa Social, coronel Pedro Ramos, explicou que as câmeras instaladas nas praças são acompanhadas pelos agentes na Central de Videomonitoramento. 

Publicidade


“A ideia é otimizar o patrulhamento para locais onde tenha indícios de crime, ou aglomeração de pessoas, não necessariamente crimes. No caso da praça do Alvorada, nas sextas-feiras à noite ocorre a Feira da Lua, e esse é um momento que a gente pode prestigiar com monitoramento por câmera e com viatura”, citou.


Na praça do Jardim Alvorada, localizada na Avenida Poços de Caldas, a equipe do monitoramento da GM identificou pelas câmeras que um homem circulava próximo à UBS na madrugada desta sexta. 

Publicidade


E ao notar que ele tentava cortar as fitas de sustentação da tenda instalada em frente à UBS, os agentes acionaram a equipe responsável pelo patrulhamento na região. O homem foi preso e encaminhado para a delegacia de plantão, portando uma faca e as catracas de sustentação da tenda.


Os totens de segurança, que já possuem um exemplar na Praça Dom Pedro I, são uma iniciativa conduzida pela parceria da Defesa Social com a CTD (Companhia de Tecnologia e Desenvolvimento). 

Publicidade


A estrutura é conectada às câmeras da Central de Videomonitoramento da GM e sistema Wi-Fi. Possui tecnologias de reconhecimento facial e Botão de Emergência, que pode ser acionado pela população para acionar a GM. O secretário municipal de Defesa Social antecipou que mais sete praças da cidade receberão os totens. 


“O monitoramento pode ser feito com a viatura e pessoal, ter o totem ou as câmeras. Nas praças mais emblemáticas estamos adotando o totem pois, embora seja um equipamento mais caro, ele dá retorno, como a gente fez e já testou na praça Dom Pedro. E outros sete locais receberão o mesmo modelo de equipamento”, citou.

Publicidade


As câmeras, assim como os totens, fazem parte do PSP (Plano de Segurança das Praças, que pretende expandir de 450 para 900 o número de câmeras distribuídas pela cidade, priorizando as 50 praças públicas que possuem o maior número de registros ou ocorrências no banco de dados da Guarda Municipal. 


No Jardim Alvorada, as unidades foram instaladas em 10 de março, e no Acquaville no dia 15 deste mês.

Publicidade


O secretário municipal de Defesa Social frisou a importância de a população acionar a Guarda Municipal, seja pelo telefone 153 ou via aplicativo 153 Cidadão, sempre que necessário. Os dados obtidos pelos atendimentos geram dados e estatísticas que indicam os pontos da cidade com maior necessidade de monitoramento, e que acabam sendo priorizados nesses projetos. 


“Para a instalação das câmeras e dos totens levamos alguns critérios em consideração. Primeiro, o volume de ocorrências e de reclamação que recebemos, desde uso irregular do espaço ou cometimento de crimes, como uso ou tráfico de drogas. Outro elemento importante é o número de ligação da comunidade, que leva até a GM sua reclamação. É importante que as pessoas liguem, pois o fato de informar uma irregularidade gera um banco de dados que nos permite fazer a escolha dos locais citados”, ressaltou.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade