Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Roupas e cobertores

Receita Federal de Londrina destina 4 toneladas de materiais apreendidos para venezuelanos refugiados

Redação Bonde com assessoria
22 mar 2023 às 10:59
- Divulgação/RFB
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Receita Federal em Londrina destinou cerca de quatro toneladas de artigos de cestuiários e cobertores para o Projeto Humanitário de Acolhimento de migrantes venezuelanos na região norte do país, chamada "Operação Acolhida", nesta quarta-feira (22). As doações são de artigos de descaminho apreendidos pelo órgão. O volume preencheu 92 caixas.


Segundo o Delegado da Receita Federal em Londrina, Reginaldo Cezar Cardoso, o principal objetivo da Receita Federal no combate ao contrabando e descaminho é proteger a livre concorrência para os comerciantes regulares e que pagam seus impostos. "Portanto, é importante que essas mercadorias apreendidas tenham uma destinação com relevante caráter assistencial e não voltem a concorrer com o comércio regular", explica.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade



O vestuário foi retirado em Londrina pelos soldados do 30º Batalhão de Infantaria Mecanizado (30BIMec), de Apucarana, e seguirão de caminhão até Curitiba e depois, por via aérea, até Pacaraima, em Roraima.

Leia mais:

Imagem de destaque
Para vários gostos

Sábado com Luan Pereira, Fernando & Sorocaba e Malifoo na ExpoLondrina

Imagem de destaque
Prestigie.

Via Rural da ExpoLondrina é um espaço educativo e divertido sobre insetos

Imagem de destaque
Galpão na Fazendinha

Com alimentos saudáveis e sem conservantes, agricultores familiares marcam presença na ExpoLondrina

Imagem de destaque
Briga de engravatados

Após ser chamado de ‘incompetente’ na ExpoLondrina, ministro de Lula reage


O projeto é comandado pelo Ministério da Defesa e pretende dar condições mínimas de proteção às pessoas em situação de vulnerabilidade que encontram-se na fronteira ao Norte do Brasil. 



Com o agravamento da crise econômica e social na Venezuela, o fluxo de cidadãos venezuelanos para o Brasil cresceu maciçamente nos últimos anos. Entre 2015 e maio de 2019, o Brasil registrou mais de 178 mil solicitações de refúgio e de residência temporária. A maioria dos migrantes entra no País pelo Estado de Roraima e se concentra nos municípios de Pacaraima e Boa Vista, capital do Estado.


Segundo o Ministério da Defesa, essas roupas e cobertores serão úteis para formar um "enxoval" para as famílias que são autorizadas a ingressar no país e migram para outras regiões, de clima mais frio, como o Paraná. Em geral, essas pessoas estão com pouquíssimas peças de vestuário e nenhum tipo de agasalho.

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade