Pesquisar

Canais

Serviços

Aumento médio de 22,38%

Transporte intermunicipal ficará mais caro a partir de sexta; passagens chegam a R$ 6,05

- Pedro Marocni/Grupo Folha
Pedro Marconi - Grupo Folha
30 jun 2022 às 14:00
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

A partir da zero hora desta sexta-feira (1º) as empresas que exploram o transporte intermunicipal irão aumentar o valor das passagens.

Continua depois da publicidade


A autorização do DER-PR (Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná) atende a uma decisão da Justiça, que na semana passada determinou o reajuste das tarifas metropolitanas, atendendo uma ação impetrada pela Fepasc (Federação das Empresas de Transporte de Passageiros dos Estados do Paraná e Santa Catarina) e pelo Rodopar (Sindicato das Empresas de Transporte Rodoviário Intermunicipal de Passageiros Estado do Paraná).


Segundo o DER-PR, o percentual médio de aumento deverá ser de 22,38% para as linhas rodoviárias e de 28,04% para as metropolitanas. A TIL, responsável pela linha Ibiporã-Cambé, fará um incremento de 28% e a passagem vai passar de R$ 4,45 para R$ 5,70. Já o trajeto Londrina-Rolândia, de responsabilidade da Viação Garcia, a tarifa vai custar R$ 6,05, aumento de R$ 0,30.


Entre os passageiros que dependem do transporte público para os deslocamentos nas cidades da região a informação gerou insatisfação. “Tudo aumenta nesse País, mas o salário de quem é assalariado não. Deveriam refletir, porque estamos numa crise econômica”, afirmou o vendedor Ronaldo Valim.


O autônomo Marcos Lopes relatou que o gasto extra terá impacto na renda da família. “Moro em Ibiporã e estou desempregado. Quando preciso de ônibus para fazer algum trabalho pontual tiro do meu bolso para pagar. É triste”, classificou.

Continua depois da publicidade


Continue lendo na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade