28/07/21
PUBLICIDADE
Brasil

Uso irregular de medicamentos preocupa especialistas

Os números do uso de medicamentos no Brasil são assustadores: 15% da população consomem 90% da produção farmacêutica; 25% a 70% dos gastos, em saúde, correspondem a despesas com medicamentos e, de 50% a 70% das consultas médicas geram receitas, mesmo que o paciente não necessite de medicamento, segundo a pesquisa, o que tem causado muitas intoxicações por uso indevido.

Os dados foram apresentados durante o 1° Encontro Nacional para Implementação da Política de Uso Racional de Medicamentos, realizado em Curitiba, do qual participaram farmacêuticos da Secretaria de Saúde de Londrina. O levantamento atesta ainda, que 75% das prescrições médicas têm utilização errônea de antibióticos que levam, na maioria dos casos, pacientes a adquirir resistência bacteriana e que somente 50% dos pacientes usam medicamentos corretamente.


Conforme a farmacêutica da Centrofarma, da Secretaria de Saúde, Fabiana Daher Costa, vive-se hoje no Brasil uma cultura medicalizadora, onde o sistema de saúde é organizado numa concepção curativa e a população muitas vezes exige do médico uma prescrição. "As pessoas acham que é o remédio que cura e não a mudança de hábitos, alimentação e outras terapias. Auto-medicação é um problema de saúde pública", declarou. De acordo com Fabiana, "muitos profissionais da saúde acabam receitando novidades, influenciados pela propaganda dos laboratórios".

Londrina vem participando da elaboração de novas políticas visando o uso racional de medicamento porque a cidade é um exemplo nesta área. "Como estratégia de solução para o problema apontamos a construção de uma nova cultura com a classe médica, pautada em prescrições racionais; a prioridade de receitar os medicamentos essenciais definidos pela Relação Nacional de Medicamentos e acompanhadas pelos comitês de farmácia e terapêutica", informou Fabiana.

Segundo a farmacêutica, Londrina tem a sua comissão de farmácia e terapêutica, formada por médicos, farmacêuticos e enfermeiros, com caráter consultivo e técnico, em funcionamento desde 2001. O objetivo é assessorar na implementação das políticas de medicamentos, como seleção, programação, prescrição, dispensação e uso racional. (Com informações da ACPML)
Redação Bonde
Continue lendo
Moradores estão inseguros

Parque Arthur Thomas: de cercas abertas para criminalidade em Londrina

28 JUL 2021 às 19h14
Capital de negócios

Construtora londrinense amplia operações e anuncia chegada a São Paulo

28 JUL 2021 às 18h37
Flexibilização

Avanço na vacinação deixa comerciantes otimistas com as vendas do Dia dos Pais

28 JUL 2021 às 17h47
Perto de Maringá

Trabalhador morre após ser soterrado em silo de grãos em Floresta

28 JUL 2021 às 16h19
200 kg de produtos apreendidos

Vigilância Sanitária interdita panificadora por 90 dias em Maringá

28 JUL 2021 às 14h10
Que falta de sorte...

Dono de bar diz que queria largar jogos de azar, mas é detido com três máquinas em Primeiro de Maio

28 JUL 2021 às 12h05
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados