Pesquisar

Canais

Serviços

Marcos Zanutto/Arquivo FOLHA
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Regularização

Operação Obra Legal tem nova fase em Londrina objetivando fiscalizar construções e casas de luxo

Vitor Ogawa/Grupo FOLHA
18 nov 2021 às 09:06
Continua depois da publicidade

A Receita Federal iniciou na terça-feira (16), em Londrina, a segunda fase da operação Obra Legal. O objetivo é fiscalizar as construções civis, realizadas nos últimos cinco anos, que não recolheram contribuições. 

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


O órgão também quer identificar casas de luxo de pessoas que não apresentam ganhos que correspondam às propriedades e as informações obtidas também servirão de subsídio para a fiscalização de incorporadoras imobiliárias.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Na primeira fase foram notificados mais de 1.800 proprietários de imóveis dos municípios da Região Metropolitana de Londrina para regularizar obras civis sob sua responsabilidade. As notificações foram enviadas pelos Correios com uma data limite para que o contribuinte efetue a regularização. 


O  delegado da Receita Federal em Londrina, Reginaldo Cezar Cardoso, explicou que se a pessoa fez ou tem uma construção em andamento automaticamente ela está sujeita à cobrança da contribuição previdenciária. 


A partir desta segunda fase, aqueles que não fizeram o procedimento de autorregularização foram notificados para recolhimento dos tributos, junto à multa, que pode variar entre 75% a 225% do valor da contribuição.

Continua depois da publicidade


Confira mais informações, incluindo como fazer a autorregulação, na Folha de Londrina.

Continue lendo