07/07/20
26º/16ºLONDRINA
Famílias em vulnerabilidade

Cartão Comida Boa vai distribuir um milhão de cestas de alimentos

O governador Carlos Massa Ratinho Junior sancionou a lei que institui o programa Cartão Comida Boa. A iniciativa do Governo do Estado, aprovada pela Assembleia Legislativa nesta semana, cria um vale para que famílias em situação de vulnerabilidade possam comprar produtos alimentícios durante a pandemia do novo coronavírus. A estimativa é distribuir 1 milhão de cestas de alimentos.

Jaelson Lucas/Aen
Jaelson Lucas/Aen


Os beneficiários poderão usar o cartão nos mercados credenciados pela Secretaria da Agricultura e do Abastecimento. Até agora, já são 1.158 estabelecimentos em todo o Estado, e a adesão pode ser feita por qualquer comércio de alimentos. O programa será operacionalizado por meio de um voucher com QR Code, para evitar falsificações. O valor de cada vale será R$ 50 e a distribuição será feita com auxílio das prefeituras.

O programa de auxílio emergencial terá duração de três meses, com possibilidade de prorrogação, e é destinado a famílias mais vulneráveis. A base de beneficiários é o CadÚnico (Cadastro Único) dos programas sociais do País. O Estado prepara um decreto para regulamentar a distribuição do benefício, mas a concessão é exclusivamente para a compra de produtos da cesta básica e os recursos são do Fundo Estadual de Combate e Erradicação à Pobreza.

O governador Ratinho Junior disse que o programa é uma iniciativa que complementa o auxílio proposto pelo governo federal e atende as pessoas mais humildes do Estado. "Essa metodologia ajuda o comércio local e nos dá agilidade. Estamos credenciando mercados, mercearias e supermercados para fazer parte do programa”, destacou.

O programa limita a dois membros da mesma família o recebimento do vale e abre espaço para que a pessoa provedora de família monoparental (apenas um dos pais arca com as responsabilidades) possa requerer o recebimento de duas cotas do auxílio emergencial, independente do sexo, se cumprir os requisitos básicos do programa.
AEN-PR
Conteúdo relacionado:
Acesso ao auxílio
Regularização de CPF pode ser feita pelo site da Receita Federal
Saiba mais
Previdência: confira as garantias dadas pela Justiça por causa do coronavírus
Câmara dos Deputados
Inscrito no CadÚnico pode ter automaticamente tarifa social de energia
Continue lendo
Junto com outra empresa
Empresa que administra City Londrina arremata terreno da Sercomtel
07 JUL 2020 às 18h04
Comércio e Indústria
Justiça nega pedido de entidades para garantir funcionamento do comércio em Londrina
07 JUL 2020 às 17h42
Plataformas digitais
Pandemia acelera digitalização de atendimento ao público
07 JUL 2020 às 17h24
Benefício
Governo corta auxílio de 565 mil por pagamento indevido, diz TCU
07 JUL 2020 às 16h58
422 denúncias
Fiscalização em Maringá faz vistorias, fecha 13 estabelecimentos e multa uma pessoa
07 JUL 2020 às 16h32
Aumento de 5%
Petrobras eleva novamente preço da gasolina nas refinarias
07 JUL 2020 às 15h29
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados