Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Por melhores salários

Greve dos instrutores cancela exames no Detran

Maigue Gueths - Redação Bonde
21 jun 2012 às 13:08
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A greve dos funcionários e instrutores de autoescolas do Paraná, que começou nesta quinta-feira (21) está afetando a realização de exames práticos para a obtenção de carteiras de motorista que são realizados na sede do Departamento de Trânsito do Paraná (Detran), no bairro Tarumã, em Curitiba.

Na manhã desta quinta-feira (21), apenas os exames marcados para as 8 horas, primeiro horário de trabalho, foram totalmente realizados. Dos cerca de 60 a 70 exames marcados para as 9 horas, apenas 17 foram feitos e no horário das 10 horas, só três exames práticos foram realizados.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A suspensão dos exames aconteceu porque os grevistas estão fazendo manifestação na frente do Detran, e impedindo alunos e instrutores de entrar. A greve da categoria e por tempo indeterminado. Eles reivindicam reajuste salarial de 30%. Nas negociações, o Sindicato dos Proprietários dos Centros Formadores do Paraná (Sindicato CFCPR) ofereceu aos trabalhadores reajuste de 8%. Uma reunião entre os sindicatos no Ministério Público do Trabalho (MPT) está marcada para o dia 28 de junho.

Leia mais:

Imagem de destaque
Veja vídeo:

Dunga e a esposa sofrem acidente na BR-116 na região metropolitana de Curitiba

Imagem de destaque
Região

Motorista embriagado é preso após acidente com policial militar em Arapongas

Imagem de destaque
Turismo é destaque

Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses, aponta IBGE

Imagem de destaque
Por conta do mau tempo

Em Ibiporã, evento de astronomia que aconteceria neste sábado é adiado para agosto


De acordo com a assessoria de imprensa do Detran, normalmente, 3,5 mil exames práticos são realizados por dia em todo o Paraná . São 939 Centros de Formação de Condutores (CFC) também chamados de autoescolas no Estado, com aproximadamente 9 mil instrutores e funcionários.

Publicidade


Segundo o Sindicato dos Trabalhadores em Autoescolas (Sintradesp), a paralisação começou forte na capital e deve se estendes ao interior. Além de Curitiba, nesta quinta já havia adesão à greve em algumas outras cidades, como a Lapa, Cascavel, Maringá e Colombo.


Em nota oficial, divulgada na quarta-feira, o Detran informou que os exames práticos de direção continuariam a ser realizados normalmente, o que não aconteceu em Curitiba. O Detran também solicitou reforço na segurança para garantir que os candidatos à primeira habilitação, com prova agendada, não fossem impedidos de ter acesso aos locais de aplicação dos exames.

O Detran/PR esclarece, ainda, que cabe às autoescolas encaminhar veículo e instrutor para acompanhar o aluno no teste prático. "A equipe de funcionários e examinadores do departamento trabalha normalmente e o candidato que não comparecer perderá o exame. Em caso de ausência, será preciso remarcar o teste e pagar nova taxa. A recomendação é que alunos e autoescolas negociem prazos e valores", diz a nota


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade