Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Pode ter sido latrocínio

Homem é morto com facada no pescoço

Maigue Gueths - Redação Bonde
03 jun 2012 às 17:54
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Delegacia de Homicídios em Curitiba investiga a morte de Mauro Cassiano de Godói, de 51 anos, morto com golpes de faca, sendo uma fatal na região do pescoço. O corpo do homem foi encontrado por volta de 5 horas da manhã deste domingo (3), no quintal da casa onde morava, na Rua Miguel Bakum, bairro Guabirotuba.

Segundo informações do investigador Nilson Provate Queiroz, da Delegacia de Homicídios, Queiróz estava separado há cerca de um ano e morava sozinho. A policia já comunicou a família dele, que mora em Maringá, a ex-esposa e vizinhos para que sejam ouvidos nesta segunda-feira (4).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Uma das hipóteses investigadas é de latrocínio (roubo seguido de morte). "Ainda não se sabe se a casa tinha algo de valor, se levaram alguma coisa, ou foi outro motivo", explicou o investigador.

Leia mais:

Imagem de destaque
Turismo é destaque

Paraná tem 2º maior crescimento do País em 12 meses, aponta IBGE

Imagem de destaque
Por conta do mau tempo

Em Ibiporã, evento de astronomia que aconteceria neste sábado é adiado para agosto

Imagem de destaque
Mais de 33 mil novas

Mais de seis mil empresas foram abertas no Paraná sem necessidade de alvará só em 2024

Imagem de destaque
No HV da Unifil

Transfusão sanguínea inédita e cirurgias salvam lobo-guará resgatado em Jacarezinho


O corpo foi encontrado por um vizinho, que viu que algumas tábuas do imóvel , que tem construção mista, de madeira e material- estavam fora do lugar, entrou no terreno para avisar o vizinho, e acabou encontrando o corpo.

Na casa, a polícia encontrou um crachá funcional de Queiroz como funcionário do Centro Federal de Tecnologia (Cefet), hoje denominado Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR). O corpo dele foi encaminha do Instituto Médico Legal (IML) da capital.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade