Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Movimento nacional

Médicos do Paraná não páram no Dia Nacional de Protesto

Agência Brasil
21 nov 2007 às 20:09
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A adesão dos médicos do Paraná ao Dia Nacional de Protesto não foi com paralisações, mas com manifestações para conscientizar a população de seus problemas.

Em Curitiba, nos postos de saúde e hospitais, os médicos atenderam normalmente. A principal manifestação foi realizada em frente ao Hospital de Clínicas da Universidade Federal do Paraná (UFPR). Os médicos de diversos hospitais pediram respeito pela profissão.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


"De setembro do ano passado até agosto deste ano, de acordo com o banco de dados do Sistema Único de Saúde(Datasus), os médicos paranaenses internaram 761 mil pessoas, com 21 mil óbitos. Um resultado que demonstra bom atendimento. Nesse mesmo período foram realizados quase 150 milhões procedimentos em ambulatório, isso mostra interesse pela saúde da população", disse o presidente do Conselho Regional de Medicina, Gerson Martins.

Leia mais:

Imagem de destaque
No HV da Unifil

Transfusão sanguínea inédita e cirurgias salvam lobo-guará resgatado em Jacarezinho

Imagem de destaque
Homicídio com dolo eventual

Motorista embriagado que matou ciclista na região de Maringá é denunciado pelo MP por homicídio

Imagem de destaque
Resultados positivos

Volume de vendas do comércio no Paraná cresce 4,5% em 2024

Imagem de destaque
Ney esteve em Maringá

Quem é Kleber Barbão, de Maringá, novo fisioterapeuta de Neymar que tratou Falcão

Segundo Martins, no Paraná os médicos não estão dando prioridade à reivindicação de aumento do salário, mesmo estando defasados. "Eles lutam pelo atendimento digno, por um plano de cargos e salários que lhes dêem garantia e segurança para poderem programar suas vidas", disse. Atualmente, segundo Martins, 30% da categoria atendem em pelo menos três, quatro empregos, "o que compromete a qualidade do serviço e a vida pessoal".


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade