Pesquisar

Canais

Serviços

APEP/SESP
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Mais segurança

Paraná completa renovação do armamento da PM e PCPR com quase dez mil pistolas

Redação Bonde com AEN-PR
10 jan 2022 às 17:18
Continua depois da publicidade

Mais 9,8 mil pistolas modelo 9mm, de marca Beretta, de origem italiana, chegaram ao Paraná em dois lotes. Um nesta segunda-feira (10) e o outro no fim da tarde da última sexta-feira (07).

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


As armas adquiridas pelo Governo do estado, por meio da Secretaria da Segurança Pública, integram o planejamento de atualizar o modelo de arma de porte das polícias Civil e Militar. Ao todo, estas remessas, somadas com a que chegou no final de dezembro, resultam em 18.750 equipamentos novos.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


O investimento em cada arma de fogo foi de, aproximadamente, R$ 2,5 mil, conforme a variação do euro. A maior parte do investimento é do Fundo Nacional de Segurança Pública, e cerca de 4 mil unidades destinadas à PM (Polícia Militar) foram custeadas pelo próprio estado.


“A Secretaria de Segurança Pública está sempre em busca de melhorar as condições de trabalho dos integrantes das forças policiais, e a compra dessas armas é uma demonstração disso. Agora que recebemos todos os lotes, destes dois contratos, serão feitos os trâmites internos até chegar o momento do uso delas nas ruas por nossos policiais”, destaca o secretário da Segurança pública do Paraná, Romulo Marinho Soares.


As pistolas foram compradas por meio de uma licitação internacional feita pelo Ministério da Justiça e Segurança Pública para todos os estados brasileiros que tiveram interesse em entrar na compra. O Paraná participou dos trâmites e adquiriu as 18,7 mil pistolas em dois contratos: o primeiro, de 15.750 unidades, para a PM, e o segundo, de 3 mil, para a Polícia Civil.

Continua depois da publicidade


Para operar o novo armamento, os policiais militares e civis receberão treinamentos nas suas respectivas corporações. “Nosso objetivo final é atender bem o cidadão de bem, merecedor de uma boa segurança pública, para isso precisamos investir, também, em equipamentos para nossos policiais”, completa o secretário.

Continue lendo