Pesquisar

Canais

Serviços

Conheça o estado

Turismo no Paraná: roteiros ficam mais coloridos durante a primavera

- Divulgação
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
09 out 2019 às 13:56
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

A chegada da primavera já é o suficiente para mudar o clima das cidades no Paraná. E isso não diz respeito apenas às temperaturas, que ficam mais amenas, com o predomínio do sol na maior parte do tempo.

Continua depois da publicidade

O estado, que é conhecido principalmente pelo seu inverno rigoroso, durante a primavera ganha um ar especial, devido principalmente a uma de suas atividades econômicas mais fortes: a produção de flores. O norte, o oeste e o noroeste do Paraná estão entre os maiores produtores de todo o Brasil.


Essas regiões produzem o suficiente para abastecer floriculturas em Londrina, Curitiba e diversas outras cidades.



Turismo pelas cidades produtoras


O período é propício para quem deseja conhecer mais sobre esse ramo de atividade econômica. Afinal, além de se mostrar uma importante potência na produção do estado, esses lugares ganham um charme único nesta época do ano.

Continua depois da publicidade


Entre as maiores produtoras, estão as cidades Maripá, Marialva, Peabiru, Cascavel, Campo Mourão e Uniflor, que unidas chegam a ter Valor Bruto do Produto de R$ 51,6 milhões. Com o investimento em turismo, a plantação de flores deixou de ser uma atividade baseada apenas na produção, influenciando também no setor hoteleiro desses municípios e trazendo mais clientes a restaurantes e outros tipos de comércio.


Em Marialva, por exemplo, localizada ao norte do Paraná, as plantações de orquídeas estão entre as principais atividades e atrações turísticas. Visitantes do mundo todo passam por essas "fazendas de flores”. O interesse é tão grande que a Secretaria de Turismo de Marialva desenvolveu um extenso roteiro com todas as propriedades que estão preparadas para receber turistas.


Na cidade, além da produção de orquídeas, é possível acompanhar todas as etapas, que vão do plantio até a colheita de rosas, suculentas e outras espécies de plantas. Além disso, Marialva tem uma produção forte de uvas, com mais de 100 famílias se dedicando exclusivamente a essa atividade.


Lendas


Gerando um fascínio grande nos visitantes, os moradores da região passaram a contar algumas lendas sobre a história da produção de flores no estado.


De acordo com uma das mais conhecidas, os engenheiros da Companhia Melhoramentos Norte do Paraná, ao passarem pela região onde hoje é o município de Uniflor, encontraram uma seca muito grande. Entre uma vegetação que sofria pela falta d’água, viram apenas uma flor, que chamaram de Córrego Uniflor, colocando uma placa que dizia "Futuro Patrimônio de Uniflor”.


A cidade hoje corresponde a 64% de toda a produção de crisântemos no estado. Entre locais de produção das flores e belas paisagens naturais, cada vez mais turistas chegam ao município para conhecer mais da evolução do local de um terreno árido para um dos maiores produtores do país.

De acordo com informações da Secretaria de Agricultura e do Abastecimento (Seab), essa produção no Paraná cresce de 6% a 8% por ano, correspondendo a R$ 136.782.295,00 do Valor Bruto da Produção (VBP) do estado, de um total de R$ 86,9 bilhões, com as outras atividades econômicas desenvolvidas na região.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade