Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Fuga cinematográfica

Após perseguição aérea, piloto de helicóptero é preso com cocaína na região de Londrina

Pedro Marconi - Folha de Londrina
19 jun 2024 às 15:10
- Pedro Marconi/Folha de Londrina
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os moradores da pacata Jaguapitã (Região Metropolitana de Londrina), que tem 15 mil habitantes, viveram momentos de tensão ao presenciar uma fuga cinematográfica. “Foi bem preocupante, ninguém aqui é acostumado com isso. Parecia que era o Rio de Janeiro”, definiu o autônomo Marcelo Henrique. O cenário que ele se refere é de uma perseguição aérea registrada na cidade no final da tarde de terça-feira (18), que culminou na apreensão 243 quilos de cocaína dentro de um helicóptero. Carga avaliada em cerca de R$ 3,6 milhões.


O piloto, um homem de 52 anos, foi preso em flagrante e encaminhado para a sede da PF (Polícia Federal) de Londrina. Segundo a corporação, a aeronave suspeita entrou no radar inicialmente na zona rural de Amambai, no Mato Grosso do Sul, com o acionamento do Comando de Aviação Operacional da Polícia Federal e o BPMOA (Batalhão de Polícia Militar de Operações Aéreas) de Londrina e de Cascavel (Oeste).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O helicóptero foi visto novamente sobrevoando a região do Rio Paraná, na divisa do estado com o Paraná. No entanto, o piloto não desceu com a aeronave e fugiu, sendo acompanhado por três helicópteros das forças de segurança, um da PF e dois da PM. Foram aproximadamente 250 quilômetros de acompanhamento tático, até que em Jaguapitã o homem acabou cercado e foi obrigado a pousar num terreno particular, de mata.

Leia mais:

Imagem de destaque
Apto a deixar Complexo Médico

Após quase 14 meses, acusado de esfaquear influenciadora deve ser transferido para a Casa de Custódia de Londrina

Imagem de destaque
Queda de 50% em Londrina

Paraná tem menor número de homicídios dolosos no 1º semestre em 18 anos

Imagem de destaque
Operação policial

Bingo clandestino funcionava em galpão com placa de aluga-se no centro de Londrina

Imagem de destaque
Soco na boca

Adolescente de 12 anos gasta R$ 2.000 em jogo online e agride a mãe em MG


Mas até ele desistir foram disparados diversos tiros, momento que assustou os moradores do município paranaense. O piloto ainda tentou escapar a pé, porém, foi encontrado nas proximidades e detido.

Publicidade


“Após o recebimento de informações de que essa aeronave possivelmente estaria carregando ilícito e voando em baixa altitude a delegacia da Polícia Federal de Londrina, com a delegacia federal de Ponta Porã, coordenou essa operação conjunta para que fosse identificada e se tentasse a abordagem dessa aeronave”, destacou o delegado da PF, Daniel Martarelli.


Publicidade

HELICÓPTERO APREENDIDO


A aeronave foi apreendida e transportada de guincho para a delegacia em Londrina. O helicóptero está irregular e em nome de outra pessoa, que ainda não foi identificada. “Esse piloto tentou se evadir das aeronaves da Polícia Militar e da Federal, fez diversas manobras perigosas e inseguras na região de Jaguapitã, mas mesmo assim ele estava a todo momento sendo monitorado pelas aeronaves e chegou num momento em que viu que não conseguiria mais fugir”, comentou o capitão Henrique Arendt.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA


Imagem
Piloto fugiu do Mato Grosso do Sul até a região de Londrina com cocaína
Após perseguição aérea, homem abandou helicóptero com 243 quilos da droga em Jaguapitã, mas acabou preso em flagrante
Imagem
Motociclista morre após bater em árvore na avenida Duque de Caxias
Um motociclista morreu após colidir contra uma árvore na avenida Duque de Caxias, na região central de Londrina, na madrugada desta quarta-feira (19).
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade