Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Duplo feminicídio

Assassinato de mãe e filha em Bandeirantes foi premeditado, aponta investigação da PCPR

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
04 abr 2024 às 16:29
- Pedro Marconi/Grupo Folha de Londrina
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Para a Polícia Civil de Bandeirantes, no Norte Pioneiro, Josias Dias, 39, planejou assassinar a companheira, Josiane Aparecida de Oliveira, 39, e Isabela Ramos, 15. Ou seja, o crime foi premeditado. “Quando o IML (Instituto Médico Legal) chegou ao local dos fatos, a Isabela já apresentava certa rigidez. Isso indica que foi morta um tempo antes da Josiane. Acreditamos que ele chegou na residência, Josiane estava trabalhando, matou Isabela e ficou aguardando a Josiane chegar”, detalhou à FOLHA o delegado Michel Araújo.


A esposa foi executada com facadas nas costas e pescoço, enquanto a adolescente foi asfixiada. A principal linha de investigação é de que o femicídio aconteceu como vingança por Josias ter sido expulso de casa dias antes. “O que temos até o momento é que a relação (do casal) estava conturbada. A esposa tinha pedido para ele sair por conta do vício dele em jogos on-line, em que gastava todo o dinheiro do salário e não ajudava nas despesas de casa”, pontuou.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O suspeito apresentou outra suposta justificativa. “Ele disse que estava sendo traído pela Josiane e que a filha dela estava acobertando essa relação com esse eventual amante. Lógico que vamos confirmar essas falas em interrogatório que será realizado nos próximos dias”, destacou. O casal estava junto há 12 anos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Quatro ocorrências distintas

Em três horas, PRF apreende quase uma tonelada de maconha no Paraná

Imagem de destaque
Crime aconteceu em 2018

Homem que deu choques e chutou companheira para induzir aborto é condenado à prisão no Paraná

Imagem de destaque
Operação Maio Laranja

Homem é preso por armazenar fotos e vídeos de abuso sexual infantil em celular no Jardim Shangri-Lá

Imagem de destaque
Jardim Shangri-Lá

Homem tenta roubar comerciante, apanha de morador de rua e acaba preso em Londrina


Josias foi preso preventivamente numa região de chácaras em Bauru (SP), a 180 quilômetros de Bandeirantes, em uma ação conjunta entre as forças de segurança do Paraná e de São Paulo. “De acordo com as informações que tínhamos, o objetivo dele era chegar ao litoral paulista (onde tem família), contudo, em razão de ações policiais durante a investigação, ele permaneceu em Bauru”, comentou. O homem, que trabalhava como pedreiro, pegou um táxi após as mortes até Cambará e, na sequência, embarcou de ônibus até Bauru.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
Investigação aponta que homem planejou morte de esposa e enteada
Josias Dias foi preso em Bauru, a 180 quilômetros de Bandeirantes, onde aconteceu o crime; família de vítima pede justiça
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade