Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Rodovias

Carro é flagrado pelo radar da PRF a 213 km/h em Tibagi

Redação Bonde com PRF
13 mai 2024 às 09:57
- Divulgação/PRF
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um carro foi flagrado pelo radar da PRF (Polícia Rodoviária Federal) trafegando a 213 km/h em Tibagi (Campos Gerais), no último sábado (11).

 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Segundo a PRF, a autuação ocorreu durante fiscalização de velocidade com utilização de radar portátil na BR-376. A velocidade máxima permitida para o local é de 110 km/h.

Leia mais:

Imagem de destaque
Falsificou a certidão de óbito

Contador é preso após fingir estar morto para fugir de condenação em Maceió

Imagem de destaque
Jardim Campos Verdes

Homem com mandado de prisão pelo crime de roubo morre em confronto com o Choque em Cambé

Imagem de destaque
Denúncias dos moradores

Em semana de recepção de calouros, Polícia Militar faz operação no Beco da UEL

Imagem de destaque
Ação conjunta

Integrantes de organização criminosa ligada ao tráfico de drogas e homicídios são presos em Ortigueira


Publicidade

A fiscalização ocorreu pela manhã, com duração de duas horas, e ainda flagrou outros 171 motoristas excedendo a velocidade máxima da rodovia - mais de um por minuto fiscalizado. O dado revela, na avaliação da PRF, "a despreocupação de grande quantidade de condutores com a velocidade máxima definida para o local, aumentando a insegurança para todos os usuários da via".


A PRF lembra que a autuação neste caso, quando o veículo está acima da velocidade máxima permitida em mais de 50%, é de infração gravíssima, com multa de R$ 880,41 e suspensão do direito de dirigir do condutor. 

Publicidade


Em nota, a PRF informa que é rotina da corpotação "a fiscalização de velocidade, assim como a de outras infrações, mas durante o mês de maio, definido internacionalmente como um mês para uma maior reflexão sobre a violência no trânsito, tem intensificado ações de fiscalização e de educação sobre condutas que causam mortes e lesões no trânsito".

 

O texto segue: "O excesso de velocidade é uma conduta que, quando não causa acidentes, é responsável por aumentar os danos. Neste flagrante, o condutor percorria 60 metros por segundo, o que demonstra a incapacidade de reação efetiva em caso de adversidades. Em caso de uma colisão, equipamentos de segurança possivelmente se mostrariam ineficazes, frente à completa deformação do veículo, causando morte ou ferimentos graves nos ocupantes".


Imagem
Motociclista morre em colisão traseira com carro em Londrina; motorista embriagado é preso
Motociclista morre em colisão traseira com carro na PR-545 em Londrina
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade