Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Também fez ameaças

Homem é preso após agredir ex-esposa e policiais na região de Apucarana

Redação Bonde
20 fev 2024 às 09:41
- Arquivo/Agência Brasil
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Um homem foi preso após agredir a sua ex-esposa e, na sequência, policiais militares, por volta das 18h desta segunda-feira (19), em Kaloré (Região Metropolitana de Apucarana).


De acordo com os agentes, a vítima informou que seu ex-marido havia a agredido com uma muleta e tentado, ainda, desferir um soco em seu rosto. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Após a denúncia, os agentes da PM (Polícia Militar) encontraram o homem nas proximidades, que, ao visualizar a viatura, fugiu para dentro da residência de sua mãe, que ficava próxima do local dos fatos. 

Leia mais:

Imagem de destaque
Bairro João Paz

Homem é detido por populares após ser acusado de roubar celular de idosa e acaba preso na Zona Norte de Londrina

Imagem de destaque
Operação Fim da Linha

Entenda como funciona a lavagem de dinheiro do PCC em empresas de ônibus em São Paulo

Imagem de destaque
No centro

Homem suspeito de tráfico de drogas "delivery" é preso em Arapongas com mais de R$ 13 mil

Imagem de destaque
Iria para Curitiba

Carro é flagrado com 73,25 kg de cocaína em fundo falso em Ibiporã


Os policiais deram voz de abordagem, mas o homem se negou a ser submetido aos procedimentos, sendo imobilizado forçadamente por controle de contato.

Publicidade


Dentro da viatura, o homem ainda tentou resistir à prisão, chutando o veículo da PM e os policiais, que utilizaram de força para contê-lo. Durante o encaminhamento até a delegacia de Jandaia do Sul, ele ainda proferiu diversas ameaças contra a sua ex-esposa, dizendo que iria matá-la.


A vítima foi encaminhada até o hospital de Kaloré para a realização do laudo de lesão corporal. O autor dos crimes foi levado até o hospital de Jandaia do Sul para realizar o laudo de lesão corporal e, em seguida, encaminhado até a delegacia do mesmo município para os procedimentos cabíveis. A mulher acompanhou os policiais para prestar queixa.


LEIA TAMBÉM:

Imagem
Após feminicídio de cabeleireira em Londrina, mulheres protestam por justiça
Morta a facadas pelo noivo, Arthur Henrique Rockenbach, 30, no dia 7 de fevereiro, a cabeleireira deixou três filhos e muitos sonhos para trás.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade