Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Relembre o caso

Homem que jogou mulher de ponte em Cambé é denunciado

Rafael Machado - Grupo Folha
25 jun 2019 às 10:27
- Arquivo Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade


O Ministério Público denunciou nesta segunda-feira (24) o homem de 37 anos que tentou matar Janete Pereira dos Santos na noite do dia 8 de junho. Ele amarrou as mãos e pés da mulher com fios elétricos, a colocou no porta-malas de um carro e a jogou de uma ponte de aproximadamente quatro metros de altura no km 36 da Estrada da Prata, entre Cambé e Bela Vista do Paraíso.

Leia Mais
Mulher foi amarrada e jogada de ponte por dívida de R$ 30

Para o promotor Walter Shinji Yuyama, Abraão Issa Nader, que continua preso por tempo indeterminado na cadeia de Cambé, deve ser processado por tentativa de homicídio duplamente qualificado por meio cruel e motivo torpe, sequestro e por ofender a integridade corporal de Janete. Agora, se a Justiça aceitar a acusação, o rapaz vira réu na ação criminal.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Na semana passada, a defesa pediu que ele fosse solto, o que não foi aceito pela juíza Jessica Valéria Catabriga Guarnier. Na decisão, ela disse que "a personalidade de Abraão, que é uma pessoa voltada para o crime, a gravidade dos fatos e as diversas passagens policiais" contribuíram para que ele permanecesse detido.

Leia mais:

Imagem de destaque
Conscientização

Polícia Militar apreende quatro carros e uma moto em blitz em Londrina

Imagem de destaque
Crime milionário

Homem suspeito de participar de assalto ao Banco Central é preso em Londrina

Imagem de destaque
Confronto com a Polícia Militar

Homem ameaça família, ex-companheira e policiais com faca e acaba morto em Londrina

Imagem de destaque
Integrante de quadrilha

Jovem de 19 anos é presa por furtar materiais de construção em loja de Londrina


O advogado Bruno Vinícius Alves Passos informou que não irá se pronunciar.


Quase morreu por dívida de R$ 30

De acordo com a Polícia Civil de Cambé, Janete Pereira dos Santos quase foi morta porque estava devendo R$ 30 para Abraão, que tinha alugado o imóvel para a vítima. Segundo o delegado Roberto Fernandes de Lima, o agressor negou o crime, mas confessou que havia brigado com a inquilina em um bar.

O depoimento da esposa do acusado, uma jovem de 21 anos, ajudou a polícia a desmontar a versão apresentada durante o interrogatório. Ela explicou ter visto o marido amarrando Janete e jogando-a no bagageiro do veículo. Depois disso, ela retornou para casa, mas não encontrou o companheiro, que voltou horas depois. "Somente na manhã seguinte fiquei sabendo o que realmente aconteceu", observou.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade