Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
'Vida nos Bairros'

Número de homicídios em Londrina tem redução de 31% no primeiro trimestre

Pedro Marconi - Folha de Londrina
09 abr 2024 às 17:16
- Pedro Marconi
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O número de homicídios em Londrina teve redução de 31,25% no primeiro trimestre deste ano se comparado com o mesmo período de 2023. Entre janeiro e março de 2024 foram registrados 11 assassinatos, contra 16 execuções no ano passado. Já com relação aos feminicídios teve queda de três para um, no entanto, são contabilizados em outro tipo de estatística. Na avaliação das forças de segurança, a baixa tem como principal fator a realização da operação Vida nos Bairros, que acontece desde agosto e foi intensificada nos últimos meses.


A ação acontece pela integração entre as polícias Civil, Militar e Penal e GM (Guarda Municipal), com abordagens, fiscalizações e prisões em vários bairros da cidade. “Nos reunimos com antecedência para fazer o estudo a partir das informações de cada instituição (para definir os bairros). O andamento, por exemplo, do tráfico de drogas naquela região, a disputa do tráfico. No início do ano tivemos a prisão contundente de um cidadão, por meio de mandado temporário, que sabíamos que era potencialmente um alvo para matar ou morrer na zona norte”, destacou Fernando Amarantino Ribeiro, delegado-chefe da 10ª Subdivisão Policial.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Cerca de 10% dos trabalhos foram focados no conjunto Vista Bela, 8% no São Jorge, ambos na região norte, e 6% no União da Vitória. No total, somando todas as localidades visitadas, foram 83 ações. “A operação não tem apenas o objetivo imediato. Nas nossas ações saímos com o giroflex e sirene ligados, partimos de local público, informando o bairro que vamos trabalhar. Nosso objetivo principal é a redução dos índices (criminais)”, pontuou o major Élio Boing, comandante do 30º Batalhão da Polícia Militar.

Leia mais:

Imagem de destaque
Rodovias

Carro é flagrado pelo radar da PRF a 213 km/h em Tibagi

Imagem de destaque
Um dos mais procurados

Suspeito de cometer diversos crimes no Paraná é preso no Maranhão

Imagem de destaque
Suspeito de praticar furtos

Homem morre após confronto com a PM em Cambé

Imagem de destaque
Ficou 17 anos foragida

Mulher acusada de matar a própria filha pela guarda do neto é presa em Marilândia do Sul


Disputa de traficantes


Dos homicídios consumados neste ano, a maioria tem como motivação a disputa do tráfico de drogas. “Observamos que, principalmente, os traficantes mais jovens, acabam tendo mais ímpeto e invadem a região do rival. Às vezes estão em uma distribuidora de bebidas, brigam entre eles, ‘disputam’ quem é mais ladrão e gera a briga”, destacou o delegado de Homicídios, João Reis. A taxa de resolutividade da delegacia neste ano é de 72%. “O crime que envolve o tráfico de drogas a elucidação é mais demorada e difícil”, ponderou.


No balanço apresentado pelas forças de segurança à imprensa, nesta terça-feira (9), também foi informado a apreensão de mais de 30 quilos de maconha, 1,6 quilo de cocaína e R$ 8,9 mil em dinheiro neste ano, na Vida nos Bairros. Foram cumpridas 18 ordens de prisão. “A Polícia Penal tem contribuído com a equipe do SOE (Setor de Operações Especiais), que vai junto com o canil, combater o tráfico onde há os maiores números de homicídios”, detalhou Elcio Martins Basdão, diretor regional da Polícia Penal.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade