Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Guarapuava

PCPR desarticula quadrilha que usava dados de terceiros para fazer compras pela internet

Redação Bonde
09 ago 2023 às 16:48
- Fábio Dias / EPR
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Polícia Civil do Paraná cumpriu nesta quarta-feira (9) nove mandados de busca e apreensão contra possíveis membros de uma organização criminosa criada para aplicar golpes pela internet, em Guarapuava (Centro). Segundo a apuração, os suspeitos abririam contas em bancos digitais com dados de terceiros e utilizavam o crédito fornecido pelas instituições bancárias para adquirir produtos em lojas de comércio eletrônico.


Cerca de 30 policiais participaram da ação, que resultou na apreensão de celulares e computadores. 

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O delegado Wellington Yuji Daikubara afirma que os indivíduos obtinham os dados de terceiro pela internet. “Com o limite de crédito concedido pelos bancos, efetuavam compras em lojas e-commerce, solicitando que a entrega fosse feita em endereços de Guarapuava ou a retirada em lojas físicas”, diz. 

Leia mais:

Imagem de destaque
PR-340

Homem é detido por embriaguez ao volante após se envolver em acidente em Jaguapitã

Imagem de destaque
Sem documentação de origem

Ônibus é apreendido com mercadorias contrabandeadas na região de Londrina

Imagem de destaque
R$ 90 Milhões em droga

Meia tonelada de cocaína é apreendida pela polícia na região de Maringá

Imagem de destaque
65 policiais envolvidos

Grupo ligado ao tráfico de drogas é alvo de operação em Maringá nesta sexta


Em 2022, a duas pessoas foram detidas em flagrante no momento em que retiravam produtos em uma loja de departamentos comprados com cartões de terceiros. 


Com o aprofundamento das investigações, descobriu-se que outros membros atuavam nas fraudes, além de usarem mecanismos para dificultar suas identificações. As compras feitas pelos suspeitos variavam entre R$ 2 mil a R$ 3,6 mil.  


 As investigações prosseguem para identificar outros envolvidos na ação criminosa, bem como para apurar a prática de outros crimes relacionados com as aquisições e movimentações financeiras dos alvos. 

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade