24/11/20
Maringá e Marialva

PRF intercepta dois veículos com contrabando no Norte do PR

Dois veículos com contrabando foram interceptados pela PRF (Polícia Rodoviária Federal) em Marialva e Maringá. A primeira ocorrência foi registrada por volta das 13h30, no km 192 da BR 376, no contorno de Marialva, após recebimento de denúncia de veículos chegando em Maringá com atitudes suspeitas, tais como excesso de velocidade, não obediência à sinalização semafórica e outros, deram ordem de parada a um veículo utilitário Renault Master, com placas de Apucarana, região Norte do Paraná, conduzido por um homem de 26 anos, residente em Londrina.

Divulgação/PRF
Divulgação/PRF


Conforme os agentes da PRF, o condutor não obedeceu a ordem e tentou fugir, porém dado a velocidade desenvolvida, em menos de mil metros à frente, houve a perda de controle da direção, com saída de pista e tombamento. O condutor não se feriu com o acidente.

De imediato, os agentes da PRF perceberam se tratar de veículo com contrabando. Aproximadamente 50 mil maços de cigarros contrabandeados do Paraguai estavam dentro deste veículo.

O condutor afirmou aos agentes ter pego a carga de cigarros em Umuarama e pretendia entregá-la na cidade de Marialva, onde receberia pelo empreitada criminosa.

Poucos minutos após, outro carregamento de cigarros contrabandeados do Paraguai era interceptado por agentes da PRF. Essa segunda ocorrência foi registrada no km 182 da BR 376, em Maringá, por volta das 13h40.

Agentes da PRF abordaram uma Fiat Fiorino também com placas de Apucarana, conduzida por um homem de 29 anos, residente nesta cidade. Após a abordagem, descobriu-se que este utilitário estava abarrotado de cigarros contrabandeados do Paraguai. Ao todo, 20 mil maços de cigarros estavam acondicionados dentro deste veiculo. O condutor informou ter pego a carga em Cianorte e pretendia entregá-la em Londrina, onde seria remunerado.

Ainda os agentes suspeitaram da real identificação do primeiro veículo Renault Master, pois houve divergências em suas marcas identificatórias. Após cientificar se tratar ou não de veículo clonado, haverá a apreensão e o encaminhamento ao órgão receptor.

A PRF prendeu os dois condutores e os encaminharam à Delegacia da Polícia Federal e os veículos, após identificação veicular, serão, juntamente com o contrabando, encaminhados ao depósito da Receita Federal, ambos em Maringá.

O crime de contrabando tem pena que varia entre 2 a 5 anos de reclusão.
Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
Continue lendo
Obra viária

Três empresas entram na concorrência para fazer o 'oitão' da Madre Leônia Milito

23 NOV 2020 às 19h17
Salve o número

Copel lança atendimento ao cliente pelo WhatsApp

23 NOV 2020 às 15h44
Descarte correto

Drive-Thru da Reciclagem bate recorde de arrecadação em Londrina

23 NOV 2020 às 14h50
Balanço

GM recebe 64 denúncias de descumprimento aos decretos no fim de semana

23 NOV 2020 às 14h40
Oportunidade

Justiça Federal de Londrina abre seleção para contratar estagiários

23 NOV 2020 às 11h52
Não é fogo!

Brigada de Incêndio simula emergência no prédio da Prefeitura de Londrina

23 NOV 2020 às 11h45
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados