Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Tragédia em Cambé

Quarto suspeito de participação no atentado ao Colégio Helena Kolody é detido nesta sexta

Redação Bonde
23 jun 2023 às 15:41
- Gustavo Carneiro
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Sesp (Secretaria de Segurança Pública do Paraná) anunciou que mais um suspeito de idealizar o ataque ao Colégio Estadual Helena Kolody, de Cambé (Região Metropolitana de Londrina), na segunda-feira (19), foi detido nesta sexta-feira (23). O homem, de 35 anos, foi capturado em Rolândia, também pertencente à RML e cidade de origem do atirador.


Além do suspeito detido nesta sexta, outras duas prisões foram efetuadas após o incidente. Um homem de 21 anos foi capturado na segunda-feira (19), enquanto outro, de 18 anos, foi detido na cidade de Gravatá, no estado de Pernambuco.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Imagem
Com emendas, Câmara aprova presença de GMs nas escolas municipais de Londrina
A Câmara Municipal de Londrina aprovou em segunda discussão na noite desta quinta-feira (22) o projeto de lei 76/2023.


Na manhã de segunda-feira, um ex-aluno do Colégio Estadual Helena Kolody, de Cambé, entrou no estabelecimento com a desculpa de obter uma cópia do histórico escolar e atingiu os estudantes Karoline Verri Alves e Luan Augusto com disparos de arma de fogo. Ela morreu na hora, enquanto ele foi socorrido, mas não resistiu aos ferimentos.

Leia mais:

Imagem de destaque
Operação Fim da Linha

Entenda como funciona a lavagem de dinheiro do PCC em empresas de ônibus em São Paulo

Imagem de destaque
No centro

Homem suspeito de tráfico de drogas "delivery" é preso em Arapongas com mais de R$ 13 mil

Imagem de destaque
Iria para Curitiba

Carro é flagrado com 73,25 kg de cocaína em fundo falso em Ibiporã

Imagem de destaque
BR-277

Duas pessoas morrem em engavetamento envolvendo seis veículos em Guarapuava


O atirador foi paralisado por Joel Oliveira, um prestador de serviços que trabalhava próximo ao colégio e ouviu os tiros. O autor dos disparos foi detido, mas morreu dentro da Casa de Custódia de Londrina noite de terça-feira (20), onde permanecia  separado de outros presos, apenas com a companhia do segundo suspeito, capturado na noite de segunda.


As investigações sobre o caso continuam em andamento, com o objetivo de esclarecer as circunstâncias do atentado e da morte do atirador e identificar possíveis conexões entre os suspeitos. 

Publicidade

Últimas notícias

Publicidade