Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Polêmica

Barbosa nega favorecimento a empresa da merenda

Loriane Comeli - Redação Bonde
10 jun 2009 às 20:03
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O prefeito Barbosa Neto (PDT) declarou na manhã desta quarta-feira (10) na entrevista coletiva semanal, adiantada em razão do feriado de amanhã, que não vê qualquer problema no fato de o vice-prefeito e chefe de Gabinete, Joaquim José Ribeiro, ser contador da empresa SP Alimentação, que fornece merenda escolar em Londrina e está sob investigação por irregularidades na prestação do serviço.

"O vice-prefeito tem mais de 150 clientes; não tem participação nenhuma, não tem ligação (com a SP Alimentos)", afirmou durante a entrevista. "Eu creio que o José Ribeiro não precisa deste tipo de desgaste; as contas pessoais dele e da própria empresa estão à disposição".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O prefeito negou qualquer relação entre a decisão pela continuidade do contrato entre a SP e prefeitura em razão desta ligação entre o vice e a empresa. "Nós não arquivamos o processo. Pegamos isso do jeito que estava e não temos com interromper o contrato. Se a gente interromper, quem vai fornecer a merenda?", disse Barbosa, acrescentando que o município não tem estrutura nem pessoal suficiente para executar diretamente o serviço.

Leia mais:

Imagem de destaque
Texto segue para o Senado

Caso Joca: Câmara dos Deputados aprova PL que exige oferta de serviço para rastrear pets em voos

Imagem de destaque
Intenção de votos

Institutos financiaram quase metade das próprias pesquisas eleitorais

Imagem de destaque
Conjunto de medidas

Governo Federal anuncia R$ 50,9 bilhões em medidas para o Rio Grande do Sul

Imagem de destaque
Prazo encerrado

Perdeu prazo para tirar ou regularizar o título de eleitor? Saiba o que fazer agora


"Vamos abrir uma licitação, num edital transparente, para contratar outra empresa", concluiu Barbosa. "Quero que alguém me mostre um ato que implique um erro do José Ribeiro ou de qualquer outro secretário, que vou afastá-los imediatamente", prometeu.

Publicidade


Histórico


Em seu governo interino, o prefeito José Roque Neto propos o rompimento do contrato com a SP Alimentação, já que um parecer técnico de uma comissão interna do município apontou diversas irregularidades praticadas pela empresa, como o fornecimento de mercadorias em desacordo com o contrato e sem qualidade alguma.

Publicidade


O governo de Barbosa, no entanto, determinou o arquivamento do parecer pelo rompimento do contrato. Reportagem publicada hoje pela Folha de Londrina dá conta que o arquivamento consta de um documento da Diretoria de Gestão de Licitação e Contratos, órgão ligado à Secretaria Municipal de Gestão Pública, datado de 5 de junho.


O contrato entre a prefeitura e a SP é de R$ 10,4 milhões e só expira em outubro. Ontem, vereadores manifestaram estranheza quanto ao fato do vice-prefeito ser contador da SP Alimentos.


Leia mais sobre este assunto:

Vice-prefeito seria contador de empresa investigada


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade