Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Transparência

Câmara de Londrina vai publicar salários na internet

Redação Bonde com CML
25 jun 2012 às 17:12
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os salários de todos os servidores da Câmara Municipal de Londrina serão publicados no site do Legislativo a partir deste mês. A decisão consta do Ato da Mesa Executiva 8/2012 que estabelece a divulgação mensal dos subsídios dos vereadores bem como dos salários de todos os servidores efetivos e daqueles que ocupam cargos em comissão. A medida atende as diretrizes da Lei de Acesso à Informação (Lei nº. 12.527), que determina o amplo acesso da população às informações mantidas sob a guarda dos órgãos públicos.

Agora, para conhecer um pouco mais das informações contábeis e financeiras da Câmara, o internauta deve localizar no site um ícone com o título 'Acesso à Informação'. Este link conduz o cidadão ao Portal da Transparência e apresenta informações do Legislativo agrupadas em três grandes grupos: vereadores, servidores e contas públicas.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


No mesmo link, o internauta tem acesso ao texto da Lei de Acesso à Informação e pode preencher um formulário eletrônico para solicitar informações ao Legislativo.

Leia mais:

Imagem de destaque
Em campanha

Biden está com Covid, diz Casa Branca; presidente dos EUA tem sintomas leves

Imagem de destaque
Oi?

Se o cara é corintiano, tudo bem, diz Lula sobre violência contra mulheres após jogos

Imagem de destaque
Veja as seis praças

Prefeito de Cambé sanciona lei que proíbe consumo de bebidas alcoólicas em praças públicas

Imagem de destaque
Tentativa de homicídio

Lula diz que violência é abominável, mas Trump vai tentar tirar proveito de atentado


Iniciativas – A Câmara de Londrina, ao longo dos anos, implementou algumas iniciativas que favorecem a transparência das ações relacionadas ao processo legislativo e à atuação parlamentar. A primeira iniciativa objetiva e institucional neste sentido ocorreu com a aprovação da Resolução nº. 53/2003 que instituiu o Código de Ética e Decoro Parlamentar.

Publicidade


Entre outras regras, o Código criou o Sistema de Informações do Mandato (SIM) que se constitui num arquivo eletrônico individual de vereadores e vereadoras cujas informações sobre a atividade parlamentar são atualizadas e disponibilizadas no site do Legislativo sob supervisão de servidores da Casa e agora também incorporadas ao Portal da Transparência.


Outra iniciativa, desta vez sob a orientação da atual Mesa Executiva da Câmara de Vereadores foi a reedição, no início de 2011, do jornal eletrônico Legislativo em Pauta, produzido pela Assessoria de Imprensa da Casa que circula duas vezes por semana para um público composto por vereadores, assessores e jornalistas com informações sobre a pauta e a agenda do Legislativo. Mas não é só. Mais recentemente a Câmara de Vereadores criou um Grupo de Trabalho composto de servidores para discutir e apresentar as diretrizes que deverão nortear o novo comportamento dos servidores e agentes públicos da Câmara Municipal de Londrina em relação às informações públicas.


"Recebemos o relatório deste grupo de trabalho e no prazo máximo de 60 dias, estaremos adotando as providências necessárias para a implementação da regra federal no âmbito do município como também na estrutura organizacional do Legislativo", informou Gerson Araújo. Além do sistema eletrônico de atendimento às informações da população e disponível na internet a Câmara de Vereadores também recebe as demandas do cidadão no prédio do Legislativo, no setor de Protocolo, instalado à rua Governador Parigot de Souza, 145.

É importante lembrar que a Lei de Acesso à Informação garante que todos os órgãos públicos – federais, estaduais e municipais - deverão fornecer os dados solicitados pelo cidadão. E neste sentindo se destaca a regra geral de que a autorização ou a concessão do acesso deve ser imediata quando a informação ou documentos estiverem disponíveis. Caso inviável, as informações deverão ser fornecidas no prazo de 20 dias, prorrogáveis por mais dez, sem a necessidade de apresentação de justificativa pelo requerente do pedido.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade