Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Entenda!

Lei do Sistema Viário é debatida em audiência pública na Câmara de Londrina

Douglas Kuspiosz - Especial para a Folha
27 fev 2024 às 12:00
- Gustavo Carneiro
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Lei do Sistema Viário de Londrina foi discutida em uma audiência pública na noite de segunda-feira (26) na CML (Câmara Municipal de Londrina). O PL (Projeto de Lei) n° 63/2023, assinado pelo Executivo, é complementar ao Plano Diretor e está no âmbito da Comissão de Justiça, Legislação e Redação.


O texto, que tramita na forma do Substitutivo n° 1, aborda a largura de ruas e avenidas, infraestrutura de novos loteamentos, além das diretrizes de obras a serem realizadas na cidade, como as duplicações de vias.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O diretor-presidente do Ippul (Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Londrina), Gilmar Domingues Pereira, lembra que a Lei do Sistema Viário em vigência é de 2015 e carece de revisões. “Estamos bastante esperançosos, confiantes, porque é um momento ímpar. O município de Londrina com certeza vai avançar”, diz.

Leia mais:

Imagem de destaque
Incentivo para participar das eleições

TRE-PR e Câmara de Londrina se unem para incentivar participação nas eleições

Imagem de destaque
Segunda discussão

Câmara de Londrina aprova espaço para agentes de endemias nas UBSs

Imagem de destaque
Vereadora foi internada na quarta

Juiz concede liminar e suspende audiências da CP que apura denúncia contra Mara Boca Aberta

Imagem de destaque
Decisão polêmica

Professor foi deixado de lado no processo educacional, diz especialista sobre uso do ChatGPT em SP


Entre as mudanças está a retirada da duplicação da avenida Duque de Caxias no trecho entre as avenidas Juscelino Kubitschek e Leste-Oeste. A justificativa é o custo estimado em R$ 88 milhões para fazer as desapropriações necessárias.

Publicidade


Outra duplicação que deve ser removida é a da rua Arcindo Sardo (continuação da avenida Henrique Mansano), também devido ao alto custo das desapropriações: R$ 54,7 milhões.


“Temos algumas inclusões [para duplicação]: a rua dos Funcionários e a rua Maestro Andrea Nuzzi, que são vias importantes que fazem a ligação do eixo centro-sul”, acrescenta Pereira.

Publicidade


O texto do Substitutivo também acrescenta o traçado do Contorno Leste, ramal rodoviário de 23 quilômetros que fará a ligação da PR-445 à BR-369, desviando o tráfego pesado que hoje passa pelo perímetro urbano da cidade. 


A obra será incluída no Lote 4 da concessão do pedágio, segundo informações do Ministério dos Transportes.


Leia a reportagem completa na FOLHA DE LONDRINA:


Imagem
Lei do Sistema Viário é debatida em audiência pública na Câmara
A Lei do Sistema Viário de Londrina foi discutida em audiência pública na Câmara Municipal de Londrina. O PL n° 63/2023, complementar ao Plano Diretor, traz mudanças no sistema viário e inclui o ramal rodoviário Contorno Leste. Há também a preocupação com a mobilidade e o transporte coletivo, com sugestões como a construção de um terminal de ônibus e mais ciclofaixas e ciclovias. A população pode enviar sugestões até 27/04 e o projeto segue para votação na Comissão de Política Urbana e Meio Ambiente.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade