Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Em Londrina

MP começa investigar denúncia de coliformes na merenda

Loriane Comeli - Redação Bonde
30 jun 2009 às 11:10
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O promotor de Defesa do Patrimônio Público, Renato de Lima Castro, disse que vai averiguar as novas denúncias contra a empresa SP Alimentação, de São Paulo, que fornece merenda para escolas e órgãos municipais em Londrina, ao custo de R$ 10,4 milhões.

A nova denúncias diz respeito a laudo da Universidade Estadual de Londrina (UEL) que apontou presença de coliformes fecais na carne servida na merenda e foi levada ao Ministério Público pelo vereador Rony Alves (PTB). O parlamentar também questiona o fato do vice-prefeito de Londrina, Joaquim José Ribeiro, ser contador da empresa.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"O Ministério Público analisará todos os documentos apresentados e decidirá se há elementos para protocolar ação civil pública ou se devemos arquivar a denúncia", afirmou Lima Castro à Rádio Paiquerê. "Também temos documentos que foram encaminhados pelo setor de auditoria da Prefeitura e tambéma pela auditoria do MP".

Leia mais:

Imagem de destaque
Relações internacionais

De Lula 1 a Lula 3, Brasil busca cavar espaço global em tensão com os EUA

Imagem de destaque
Quarta-feira

Julgamento em Londrina que pode cassar Mara Boca Aberta será dia 29

Imagem de destaque
R$ 30 mil

TSE multa Flávio, Zambelli e outros bolsonaristas por associar Lula a satanismo

Imagem de destaque
Segurança pública

Câmara aprova PL que reajusta salários e prevê alta de 27% a delegados da PF


A SP Alimentação é acusada de uma série de irregularidades, principalmente, em relação à qualidade dos produtos.


Notícia relacionada:

Prefeitura abrirá nova licitação para merenda escolar


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade