Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
PMDB

Pessuti desiste de candidatura para apoiar coligação com Beto Richa

Redação Bonde
17 jun 2014 às 13:35
- AEN/Arquivo
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O secretário geral do PMDB, Orlando Pessuti, anunciou nesta terça-feira, 17, apoio à candidatura do governador Beto Richa (PSDB) à reeleição na convenção do partido, marcada para a próxima sexta-feira, 20, em Curitiba. Pessuti disse que não conseguiu reunir suficiente apoio para manter sua pré-candidatura ao governo e descartou a possibilidade de apoiar a pré-candidatura do senador Roberto Requião, com quem rompeu relações desde 2010.

Pessuti apresentou a decisão em entrevista coletiva rodeado por deputados do PMDB e também do líder do governo, Ademar Traiano (PSDB). De acordo com o ex-governador, entre 25% a 30% dos votos que controla serão destinados à proposta de aliança com o PSDB na convenção. Para os deputados peemedebistas, defensores da aliança com Beto Richa, a soma dos votos de Pessuti irá dar à vitória para o grupo na convenção.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


A proposta de uma candidatura avulsa ao Senado pelo PMDB ainda não foi aceita por Pessuti. Ele também considera a possibilidade de disputar a vaga de candidato a vice-governador na chapa de Beto Richa. A posição tem outros postulantes como o deputado estadual Caito Quintana e o presidente estadual do partido, deputado federal Osmar Serraglio.

Leia mais:

Imagem de destaque
Tentativa de golpe

Militares da ativa escreveram carta para pressionar Exército a participar de golpe, diz PF

Imagem de destaque
Reajuste de 3,82%

Salário dos próximos vereadores em Londrina deve chegar a R$ 15,6 mil

Imagem de destaque
Indicado por Lula

Flávio Dino toma posse como ministro do STF nesta quinta-feira

Imagem de destaque
'não é um político tradicional'

Haddad afirma que fala de Lula sobre Gaza foi grito de socorro

O ex-vice-governador do Paraná disse que o acordo pró-PSDB não altera a posição de apoio à candidatura à reeleição da presidente Dilma Rousseff, que terá como candidato a vice-presidente, Michel Temer. "Vamos fazer um palanque puro sangue para a Dilma e o Temer no Paraná", afirmou.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade