Pesquisar

Canais

Serviços

- Cottonbro/Pexels
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Ambiente tranquilo

Mudanças na decoração podem contribuir para melhora na saúde mental

Redação Bonde com assessoria de imprensa
29 mar 2022 às 17:55
Continua depois da publicidade

Atualmente a pandemia já está em uma situação muito mais controlada que no início, mas isso não diminui os impactos que o isolamento social causou em nossas vidas. Antes mesmo de a pandemia se tornar parte do nosso dia a dia, já existiam muitos casos de pessoas com a saúde mental prejudicada e todo esse cenário de doença e isolamento trouxe um agravamento grande nesses casos.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


De acordo com uma pesquisa realizada pela Universidade de São Paulo (USP) em onze países, as restrições que ajudaram a conter o avanço da Covid-19, também contribuíram para pontos de alerta em relação à saúde mental. Segundo o estudo, o Brasil é o país que mais tem casos de ansiedade (63%) e depressão (59%). Em segundo lugar está a Irlanda com 61% das pessoas com ansiedade e 57% com depressão, e os Estados Unidos, com 60% e 55%, respectivamente.

Continua depois da publicidade


Isso porque momentos de lazer e trabalho passaram a ser todos no mesmo ambiente, dentro de casa. E apesar de a pandemia já estar mais controlada, ainda passamos bastante tempo em casa, alguns ainda trabalham e estudam por home office. Então, para que isso não prejudique ainda mais nossa saúde mental, é importante apostar em algumas mudanças no ambiente como trocar os móveis de lugar, investir na iluminação adequada, adquirir plantas, escolher a cor ideal para os cômodos, etc.


Pensando nisso, Renata Pocztaruk, arquiteta e CEO da empresa ArqExpress, desenvolveu algumas dicas que podem ser colocadas em prática para melhorar a saúde mental e, consequentemente, o clima da casa. “Nosso cérebro é bombardeado por inúmeras substâncias quando entramos em um novo ambiente e isso pode influenciar no funcionamento do organismo. Apenas a forma de dispor os objetos já proporciona uma grande mudança no bem-estar, contribui com o estímulo da criatividade, melhora a memória e gera novas experiências”, ressalta.

 

Continua depois da publicidade

Imagens que acalmam:

 

É hora de tirar aquela foto tão saudosa da gaveta e investir em um belo porta-retrato. As fotografias, que estavam esquecidas e guardadas apenas nos celulares, remetem a um momento especial, trazem recordações. Prepare um cantinho para essas lembranças tão gostosas. Além disso, decorar a casa com quadros e deixá-los na altura padrão já melhora 50% do ambiente.

 

Cores:

 

Apostem em cores que tragam tranquilidade, as neutras são sempre uma boa opção. Se a ideia é colorir o ambiente, aplique em detalhes que possam ser facilmente substituídos depois, caso queira redecorar futuramente.

 

A iluminação adequada:

 

A iluminação de cada espaço precisa de uma atenção especial, afinal a luz certa é capaz de melhorar ou piorar o conforto do seu ambiente. Usar a lâmpada adequada para cada ambiente será uma preocupação mais forte. Além disso, os pendentes e luminárias decorativas ganham cada vez mais atenção na hora de pensar em uma iluminação mais intimista. Uma dica simples é trocar as lâmpadas e incluir as amarelas dentro de casa, pois trazem aconchego.

 

Conexão com a natureza:

 

Os elementos naturais e o contato com a natureza geram um bem-estar quase imediato. Por isso, não pense duas vezes ao considerar colocar alguma plantinha na parte interna da sua casa.

 

E a dica principal é manter o sentimento de harmonia naquele lugar, então nada como ter uma casa confortável e que nos traga tranquilidade.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade