Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Confira

Uso de aquecedor elétrico requer cuidados e atenção

Fábio Pescarini - Folhapress
05 jul 2023 às 10:18
- Dilruba Sarıçimen/Pexels
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O uso de aquecedor elétrico, equipamento que muitos não abrem mão em dias frios como os deste inverno, requer cuidado e atenção para que um acidente com o aparelho não se transforme em uma tragédia.


Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade

Segundo a polícia, a origem do incêndio que atingiu o apartamento do diretor teatral e dramaturgo José Celso Martinez Corrêa, 86, na madrugada desta terça (4), pode ter sido um aquecedor elétrico. O fogo teria se alastrado para peças de roupas e livros no imóvel localizado no Paraíso, na zona sul de São Paulo.

Leia mais:

Imagem de destaque

Edifício em Balneário Camboriú (SC) instala pináculos para voltar a ser o mais alto do país

Imagem de destaque
Conheça!

Cróton e Cóleus: espécies de plantas que são a cara do Carnaval

Imagem de destaque
Prevenção

Polícia Civil orienta população sobre golpe do falso aluguel antes do Carnaval

Imagem de destaque
Impostos

IPTU: Primeiro lote de Londrina já tem 90% dos carnês pagos


Segundo a sobrinha do dramaturgo, Beatriz Corrêa, em entrevista à coluna Mônica Bergamo, ele teve 40% do corpo queimado no incêndio, mas seu estado de saúde já não é mais grave.

Publicidade


O capitão André Elias dos Santos, porta-voz do Corpo de Bombeiros de São Paulo, afirmou que só a perícia da Polícia Civil confirmará o que provocou o fogo na residência de Zé Celso. Porém, segundo ele, acidentes com esse tipo de equipamento é um dos fatores de incêndios em residências.


O aparelho aquece muito o que está ao redor por causa da sua resistência que erradia calor. Isso, explica o oficial, pode provocar o ponto de ignição de um objeto inflamável próximo, como roupas, tapetes e cobertores, e dar início a um incêndio.

Publicidade


"Cinco minutos são suficientes para queimar um apartamento inteiro", alerta o capitão.


A recomendação é nunca dormir com o aparelho ligado. "Deixe que ele aqueça o ambiente e, cinco minutos antes de se deitar, desligue", recomenda o bombeiro. "Coloque-o sempre longe de coisas inflamáveis."

Publicidade


O aquecedor elétrico igualmente não deve ser levado para ambientes úmidos, como banheiros e áreas de lavandeira, devido ao risco de um curto-circuito se houver contato com a água.


O aparelho também deve ser mantido longe de animais, como cães e gatos, e crianças, que podem derrubá-lo e sofrer queimaduras.

Publicidade


Especialistas ouvidos pela reportagem afirmam que antes mesmo de tirar o aparelho da caixa é preciso ler o manual de instruções para saber as especificações técnicas do item.


É necessário ainda avaliar a estrutura elétrica do ambiente e do imóvel, pois o aquecedor consome muita energia. "Isso pode ser feito por um engenheiro eletricista ou civil", afirma Joni Matos Incheglu, engenheiro civil e conselheiro do Crea-SP (Conselho Regional de Engenharia e Agronomia do Estado de São Paulo).

Publicidade


"Quem vai dizer se a casa tem estrutura adequada, como disjuntor e cabeamento para o uso de aquecedor elétrico, é um profissional habilitado", diz.


O aquecedor não deve ser ligado simultaneamente com outras peças que registram grande consumo, como chuveiro e máquina de lavar, no mesmo circuito elétrico.

Publicidade


Além disso, nunca se deve ligar o aquecedor na mesma tomada que outros aparelhos com o uso de adaptadores ou fios de extensão, afirma Romildo de Campos Paradelo Júnior, professor de engenharia elétrica do Centro Universitário FEI.


Se o aparelho usar plugue de 20 amperes (com pinos mais grossos), por exemplo, ele não deve ser ligado a uma tomada de amperagem menor, também com uso de adaptadores.


O disjuntor no quadro elétrico precisa ser adequado à capacidade de corrente elétrica utilizada pelo aparelho.


"O aquecedor é um equipamento que libera calor, que tem resistência e transforma energia elétrica em térmica. Se não tiver cuidado, é como o carro numa descida. Se não puxar freio, ele desce", compara o professor da FEI.


DICAS PARA USAR AQUECEDOR ELÉTRICO COM SEGURANÇA 


- O aparelho deve ficar sempre longe de objetos e produtos inflamáveis, como tecidos, cortinas, tapetes e cobertores 


- Fique atento com a aproximação de animais e crianças, que podem derrubar o aparelho e há o risco de se queimarem 


- Nunca durma com o aquecedor elétrico ligado. A dica é deixar ele aquecer o ambiente e desligar cinco minutos antes de se deitar 


- Compre aparelhos com selo de homologação do Inmetro 


- Leia o manual de instruções para saber quais as especificações técnicas e elétricas 


- Chame um profissional especializado para fazer uma avaliação da estrutura elétrica do imóvel, como capacidade de disjuntores, cabeamentos e tomadas, e do próprio ambiente onde o aquecedor será ligado 


- Nunca ligue o aquecedor com outros aparelhos na mesma tomada, usando adaptadores ou fios de extensão com mais de uma tomada Ligue apenas em tomadas com a amperagem própria para o aparelho 


- Nunca use o aquecedor em ambientes úmidos, como banheiros e lavanderias, por causa do risco de curto-circuito pelo contato com a água 


- Não use outros aparelhos de potência elevada, como máquina de lavar ou chuveiro, no mesmo circuito do aquecedor, por causa do risco de queda de energia 


- Desligue o aquecedor se não tiver gente no ambiente  


Fontes: Corpo de Bombeiros e engenheiros Joni Matos Incheglu e Romildo de Campos Paradelo Júnior


Imagem
'Não há garantia de que Zé Celso vá viver', diz Suplicy depois de visitá-lo em hospital
O deputado estadual (PT-SP) Eduardo Suplicy visitou nesta terça (4) o dramaturgo Zé Celso Martinez Corrêa, 86 anos, que está internado na UTI
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade