Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Organize-se!

Psicopedagoga dá dicas de como entreter as crianças durante o isolamento social

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
09 abr 2020 às 12:00
- Reprodução/Pixabay
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Neste momento pandêmico em decorrência do Covid-19, pais e responsáveis se perguntam o que fazer com as crianças durante esse período de isolamento social.

Entreter os pequenos nem sempre é tarefa fácil, afinal eles geralmente se movimentam bastante e cansam rapidamente dos brinquedos que têm em casa. Pensando nisso, Ana Regina Caminha Braga, mestre em educação e psicopedagoga, traz dicas de como lidar com as crianças em casa nesta época.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


A psicopedagoga reforça que apesar do tempo livre, é importante frisar que esse momento não é férias e explicar, de forma lúdica, o que é o vírus e o porquê de as pessoas ficarem em casa e seguirem as regras de higiene e rotina de limpeza.

Leia mais:

Imagem de destaque
SAIBA O MODELO IDEAL

PRE reforça a obrigatoriedade de cadeirinha e assento elevado para crianças

Imagem de destaque
Bombeiros orientam

Confira 5 dicas para evitar acidentes domésticos com crianças no período de férias escolares

Imagem de destaque
O amor sempre vence

Casal de Sarandi adota irmãos e vídeo do encontro da família viraliza nas redes sociais

Imagem de destaque
Dia das Mães

Mãe se emociona com presente e vídeo viraliza nas redes; assista


Ela reforça ainda que é uma boa oportunidade para estimular a criatividade das crianças, criando novas atividades ou até mesmo resgatando as brincadeiras antigas.

Publicidade


"Os pais/responsáveis devem aproveitar esse momento para passar mais tempo com seus filhos e estreitar os laços entre eles. E somando isso as atividades, terão um tempo de qualidade juntos, que além de entretê-los serão importantes para, desenvolvê-los social, cognitiva e emocionalmente", afirma.


Ana Regina reforça que os responsáveis devem sugerir opções que vão além dos eletrônicos, "Uma boa recomendação são jogos interativos, de tabuleiro e livros. Atividades lúdicas que auxiliam na coordenação motora com recorte, colagens e pinturas também são alternativas. Ou para quem tem um quintal as atividades ao ar livre também são interessantes, como por exemplo, pular corda, pular elástico, brincar com tinta, gesso. Os pais devem usar a criatividade”.

Publicidade


Além disso, os responsáveis também podem ensiná-los desde cedo a participar dos afazeres domésticos, dessa maneira, ninguém fica sobrecarregado. "Ensine o seu filho a tirar o lixo, guardar a louça e os brinquedos assim que terminar de brincar. As crianças também podem ajudar nos serviços de casa.”


Crianças versus home office

Publicidade


Uma das maiores dificuldades na quarentena é conciliar o home office com os filhos. O ideal é que os pais deixem claro o momento de trabalho, definindo um espaço exclusivo para ele.


Outra dica da psicopedagoga Ana Regina é criar uma rotina igual quando se trabalhava fora, inclusive se vestindo como se fosse sair. "Dessa forma, fica mais claro na cabeça da criança que os pais/responsáveis estão realmente em horário de expediente. Se vestir com as roupas que costumavam usar no cotidiano, pois, por exemplo, se o adulto estiver em casa no home office trabalhando de pijama, pode ser que a criança não compreenda a mensagem ou o momento.”

A psicopedagoga reforça ainda a importância de organizar uma rotina diária para as crianças, com horário de acordar, hora do café da manhã, das atividades matinais, almoço, descanso, hora do lanche, hora de estudo, hora da brincadeira em família, a hora de brincar sozinha e o momento de dormir. "Com uma rotina delimitada, o dia se torna mais produtivo e o tempo menos ocioso,” finaliza.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade