Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução/Pixabay
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Dia das Crianças

Saiba como não se endividar em compras de última hora

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
24 set 2019 às 09:02
Continua depois da publicidade

Muitas pessoas vão às compras nos próximos dias em função do Dia das Crianças, que é comemorado no dia 12 de outubro. Para você não se endividar, Reinaldo Domingos, especialista em educação financeira e apresentador do canal Dinheiro à Vista, organizou seis dicas que podem ajudar na hora de poupar com os presentes.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

"Evite levar as crianças às compras e vá com tempo e tranquilidade para pesquisar os melhores preços e condições de pagamento. Evite ultrapassar o valor que estabeleceu, pois seguir o planejamento é um dos mais importantes preceitos de educação financeira”, orienta Reinaldo.

Continua depois da publicidade


Para reforçar a dica geral acima, o especialista aponta a importância de se planejar. "Caso não tenha poupado dinheiro com antecedência, estabeleça qual valor pode gastar sem comprometer o orçamento e sem precisar se endividar", pontua.


Como o dia é das crianças, é importante que elas fiquem satisfeitas com o presente. Para isso, antes de decidir o que comprar, Reinaldo orienta que o consumidor converse com a criança para acertar na escolha. "Se o que ela deseja é mais caro do que você pode pagar, conversem, planejem e poupem em família para conquistar esse presente no próximo Dia das Crianças", reforça.


Como uma sucessão do planejamento, o especialista em finanças salienta a importância de pesquisar os preços. "Mesmo com a proximidade da data, pesquise preços em lojas físicas e online, pois pode haver grande variação nos valores. Se for às lojas, vá com tempo e tranquilidade. Já nas compras online, fique atento ao prazo de entrega. Opte pela opção que oferece as melhores condições de pagamento", afirma.

Continua depois da publicidade


Outro ponto importante destacado por Reinaldo não somente para as compras do Dia das Crianças, mas também para outras datas comemorativas e compras corriqueiras é pagar à vista. "Na hora de pagar, não tenha receio de pedir descontos e negociar, especialmente nas compras à vista. Se optar por parcelar o valor, tenha a certeza de que as parcelas vão caber no orçamento dos próximos meses, lembrando que as festas de fim de ano e as férias escolares já se aproximam", alerta o especialista.


Para fugir um pouco do trivial da compra de um presente, Reinaldo apresenta duas opções diferentes. A primeira delas é incentivar a criança a trocar o presente e não apenas querer um novo. "Ao invés de comprar, você pode incentivar a criança a trocar brinquedos, livros e roupas que não usa mais com amigos, vizinhos ou primos. Com essa opção, as crianças se reúnem em um momento alegre e aprendem que quando algo não serve mais para uma pessoa, pode ser bastante útil para outra", diz.

A segundo dica do especialista para substituir a compra de presentes é sair para passear com a criança. "Uma possibilidade é explicar que o presente de Dia das Crianças não precisa ser algo comprado e mostrar que a família e os amigos podem fazer um passeio em um parque, um ponto turístico ou um museu - sempre com foco no que a criança quer. É importante que o passeio seja algo que fuja da rotina. Essa experiência pode levar ao aprendizado de que o dinheiro não compra tudo", finaliza Reinaldo.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade