Pesquisar

Canais

Serviços

Freepik
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Reta final!

Confira seis dicas para encarar as últimas semanas antes do Enem 2021

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
09 nov 2021 às 16:13
Continua depois da publicidade

Na reta final de estudos antes do Enem (Exame Nacional do Ensino Médio) 2021, colocar o foco nos lugares certos é fundamental para quem quer garantir bons resultados. “Se considerarmos que o Enem é uma maratona – e de fato é mesmo, afinal é um exame nacional que verifica a proficiência adquirida pelo estudante no decorrer de toda a sua educação básica –, este último mês que antecede o dia da prova é o momento da arrancada final", compara o coordenador do Ensino Médio do Sistema Positivo de Ensino, Wilson Galvão.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


Ele explica que, em uma maratona, este é o momento em que o atleta começa a vislumbrar a linha de chegada. No entanto, é preciso lembrar que a corrida ainda não acabou e que, para atingir os objetivos, a determinação precisa estar bem calibrada com algumas ações estratégicas. O especialista separou seis dicas que vão ajudar os candidatos a concluir a preparação para o Enem com o fôlego necessário.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


1 - É hora de acelerar, mas do jeito certo

Uma boa preparação para qualquer desafio exige uma série de ingredientes. Uma rotina bem delimitada, com foco, organização, disciplina e planejamento é fundamental. O mesmo vale para o Enem. 


“Nesta reta final, é importante organizar uma rotina de estudos diários para além dos horários das aulas regulares. Mas atenção: não dá para recuperar o tempo perdido. Você precisa cuidar do fôlego para concluir a maratona, então é preciso equilibrar o tempo de estudos e de descanso”, aconselha Galvão.

Continua depois da publicidade


2 - Saiba que conteúdos priorizar

Faltando poucas semanas para o exame, uma boa estratégia pode ser focar naqueles conteúdos em que se tem mais dificuldade. O especialista explica que “superar a falta de entendimento sobre algum assunto vai ajudar o estudante a se sentir mais confiante no momento da prova”. 


Para isso, os grupos de estudo são uma abordagem interessante porque permitem o compartilhamento dos próprios conhecimentos e a consolidação da aprendizagem. “É importante que todo o grupo esteja focado para que esses momentos sejam produtivos. O jogo on-line e bate-papos paralelos devem ficar para outra hora”, completa.


3 - Invista em treinos e simulados

Além dos simulados feitos na escola ou nos cursinhos, buscar mais possibilidades para testar os conhecimentos é muito importante. Atualmente há muitas plataformas on-line que disponibilizam simulados e podem ser acessadas gratuitamente. 


“É fundamental que o estudante faça esses simulados com seriedade, porque eles reproduzem a dinâmica da prova. Assim, além de identificar possíveis pontos de melhoria, também é possível ter percepções sobre essa dinâmica e o controle de tempo e até mesmo entender como o corpo reage diante do longo período necessário para a realização do exame”, ressalta Galvão.


4 - Saiba jogar “com o regulamento debaixo do braço”

O Enem é uma prova complexa que obedece a estruturas e configurações muito bem delimitadas. Entender essa formatação pode ser uma vantagem para o candidato. Nesse sentido, os professores aconselham a observar imediatamente qual é o comando dado por cada questão, que fique atento para o que os examinadores esperam que seja respondido. 


“Também ajuda a compreensão de como funciona a TRI (Teoria de Resposta ao Item), método utilizado pelo Enem para corrigir a prova. Um dos piores deslizes que o estudante pode cometer é responder equivocadamente questões mais simples ou fáceis. Pela lógica de correção da TRI, essa falha prejudica demais a nota final”, detalha o especialista.


5 - Cuide de sua saúde e bem-estar

Nenhuma avaliação importante como o Enem pode ser feita apenas estudando muito. Os bons resultados dependem de uma tríade: conhecimento, saúde física e saúde mental. Por isso, embora a reta final requeira um pé no acelerador, não é recomendado sobrecarregar a rotina, já que isso pode gerar ansiedade, estresse e cansaço. Um dos pontos mais sensíveis é o tempo de sono. 


Galvão lembra que alimentar-se de forma saudável e praticar exercícios ajudam muito a manter o equilíbrio entre corpo, mente e estudo. Outro conselho é evitar bebidas como os energéticos. Abrir mão de conversas com amigos e familiares também não pode ser uma constante. “É obviamente recomendável que o estudante mantenha o convívio social, porque isso ajuda na manutenção da saúde emocional. Para ter bons resultados no Enem não é preciso se isolar do mundo”, reforça.


6 - Leia muito, mas diversifique

Assim como em toda a vida, a leitura às vésperas do Enem estimula o cérebro e amplia repertórios. Isso é imprescindível para resolver toda a prova, mas principalmente para construir a redação, uma das etapas que valem mais pontos. No entanto, ler apenas os materiais relacionados aos conteúdos formais não adianta.


“A principal recomendação é que o estudante diversifique as fontes de leituras, especialmente se a preferência for por atualidades ou notícias. E atenção: fatos e assuntos que abordam a realidade brasileira são o recorte de análise preferido na prova do Enem, então é uma boa estratégia ficar atento a eles”, finaliza.

Continue lendo