Pesquisar

Canais

Serviços

- Pixabay
Paraná Fala Idiomas

Universidades estaduais ofertam 800 vagas para cursos de idiomas

Redação Bonde com AEN
27 ago 2021 às 12:03
Continua depois da publicidade

As universidades estaduais do Paraná ainda estão com vagas disponíveis em diferentes cursos para a comunidade acadêmica. Ao todo, são 800 oportunidades, em 32 turmas de Inglês e Francês, no âmbito do PFI (Programa Paraná Fala Idiomas ).

Continua depois da publicidade


Os cursos são direcionados, exclusivamente, aos estudantes de graduação e pós-graduação, além de professores, pesquisadores e agentes universitários. Para ambos os idiomas não há pagamento de mensalidades. Somente o material didático das turmas dos cursos de Inglês tem o custo de R$ 85. Nos cursos de Francês o material é fornecido gratuitamente aos alunos.

Continua depois da publicidade


O Paraná Fala Idiomas é um programa estratégico da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior, desenvolvido com recursos oriundos do Fundo Paraná. Entre 2019 e 2020 foram repassados mais de R$ 2 milhões ao PFI, e neste ano até, dezembro, mais R$ 1,3 milhão será investido para desenvolver as ações do programa.


No primeiro semestre deste ano, cerca de 1,8 mil pessoas concluíram cursos ofertados pelo PFI: 1,1 mil cursistas no Paraná Fala Inglês e outros 644 no Paraná Fala Francês.

Continua depois da publicidade


VAGAS – Cada curso é formado por turmas de até 25 alunos, de acordo com os diferentes níveis de conhecimento – do iniciante ao avançado. Também há modalidades mais específicas, direcionadas exclusivamente para fins acadêmicos, em que as propostas de estudo envolvem habilidades essenciais à prática da leitura e escrita com termos e vocabulário da língua inglesa.


No Norte do Estado, a UEL (Universidade Estadual de Londrina ) está ofertando um curso preparatório para o exame de proficiência da língua inglesa, o Toefl (sigla em inglês para Test of 

English as a Foreign Language), nas modalidades IBT (Internet-based Test) e ITP (Institutional Testing Program).


A Unioeste (Universidade Estadual do Oeste do Paraná ) oferece para este semestre cinco turmas do curso de Francês: Básico (3); Pré-Intermediário (1) e Intermediário (1). Já na Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), na região dos Campos Gerais, as oportunidades contemplam nove turmas de Inglês: Pré-Intermediário (3); Intermediário (2); Pós-Intermediário (1); Avançado (1); e Academic Language (2).


No Centro-Sul paranaense, com câmpus nas cidades de Guarapuava e Irati, a comunidade acadêmica da Universidade Estadual do Centro-Oeste (Unicentro) estão abertas as inscrições para nove turmas de Inglês Acadêmico, nas seguintes modalidades: Iniciante (3); Pré-Intermediário (2); Intermediário (2); Pós-Intermediário (1); e Pré-Avançado (1).


A coordenadora do Programa Paraná Fala Inglês na Unicentro, Neide Garcia Pinheiro, destaca que o PFI amplia as possibilidades da inserção da comunidade universitária no contexto de internacionalização e ajuda a gerar dados relevantes sobre as políticas linguísticas institucionais.


“O programa possibilita conhecer melhor o público-alvo e analisar o contexto em que se encontra o ensino de língua estrangeira na universidade”, afirma a professora. Outro ponto importante, segundo ela, é a oportunidade de aperfeiçoamento profissional. A equipe do programa está em constante treinamento e participação em discussões metodológicas, pedagógicas e realização de pesquisas que contribuem tanto para o seu aperfeiçoamento pessoal e profissional quanto para o aprimoramento do próprio PFI.


Já a Uenp (Universidade Estadual do Norte do Paraná ) tem oferta de oito turmas, sendo três de Francês – Iniciante (2) e Intermediário (1); e duas de Inglês – Pré-Intermediário e Intermediário. Os outros três cursos são dedicados às atividades de produção acadêmica: Leitura Instrumental em Nível Básico: Textos Acadêmicos; Inglês Acadêmico: Leitura e Produção de Abstract; e Inglês Acadêmico Intermediário: Produção Oral.


AULAS – A previsão de início das aulas é para setembro. Devido à suspensão temporária das atividades presenciais nos câmpus das universidades, os encontros devem continuar no formato remoto, com aulas síncronas e assíncronas, por meio de plataformas digitais de ensino.


Uma das vantagens das aulas remotas é a oferta dos cursos em rede, ou seja, as vagas remanescentes podem ser preenchidas por alunos das demais instituições estaduais de ensino superior.


SERVIÇO – Os editais com todas as informações sobre os cursos disponíveis para este segundo semestre de 2021, incluindo os prazos e procedimentos para as inscrições, estão disponíveis nos sites das instituições.

Continue lendo