Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
História

UEL expõe obras sobre bruxaria, exorcismo e inquisição

Carol Moure - Bonde Repórter
29 out 2009 às 16:50
- Carol Moure - Bonde Repórter
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O Centro de Documentação e Pesquisa Histórica (CDPH) da UEL realiza até 13 de novembro a exposição "Heresia, Santa Inquisição e Bruxaria". São diversas imagens da obra "Brujas: Las amantes del diablo", de autoria de Fernando Jiménez Del Oso, que se encaixam ao tema central do evento.

O prof. dr. Rogério Ivano, do Departamento de História da UEL e Coordenador do CDPH, é responsável pela realização do evento. A produção, doada para o CDPH em 1998, é do prof. dr. José Carlos Gimenez, professor do Departamento de História da Universidade Estadual de Maringá (UEM).

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


O foco da exposição é mostrar o imaginário das pessoas durante a Idade Média e Idade Moderna, por meio da representação em imagens de pintores como Goya e R. Doyel dos elementos pertencentes a essa cultura, como bruxas, hereges e demônios.

Leia mais:

Imagem de destaque
Até ele!

Turma da Mônica coloca Cascão na água por campanha pelo Rio Grande do Sul

Imagem de destaque
Gratuito

Laboratório de Teatro em Grupo do Núcleo Ás de Paus de Londrina abre inscrições

Imagem de destaque
Reconstrução, memória e democracia

STF abre mostra nesta terça sobre reconstrução após 8 de janeiro

Imagem de destaque
Ativismo e cultura

Masp anuncia programação LGBTQIA+ para 2024, com mostra de Mário de Andrade


Boa parte das obras são interpretações de trechos da Bíblia por parte dos artistas e retratações de cenas de tortura da inquisição. Algumas da imagens não possuem informações como origem ou autoria, por falta de dados na produção da exposição.


De acordo com Marlene de Oliveira, da equipe técnica e administrativa do CDPH, o evento teve boa repercussão, porém não superou o esperado por falta de conhecimento dos estudantes em relação ao centro. "Fazemos divulgação do conteúdo, mas nem todos conhecem, principalmente porque o site do centro é de difícil acesso dentro do portal da UEL."

Além de exposições, o CDPH possui um acervo de documentos históricos, com conteúdo proveniente de doações. Qualquer visitante pode acessar os arquivos para pesquisa ou visitar a sala de exposições. O Centro está aberto ao público de segunda à sexta, das 8h às 11h45min, das 13h30min às 17h30min e das 18h30min às 22h.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade