19/01/21
Estreia nesta noite

Peça do FILO tem local de apresentação alterado após polêmica com grupos religiosos

Sob pressão, 'O Evangelho Segundo Jesus..." será apresentado em outro local, mas o ponto de encontro do público continua sendo a Capela da UEL

O espetáculo "O Evangelho Segundo Jesus, Rainha do Céu" estreia hoje em Londrina de uma forma inusitada. A peça que seria apresentada na Capela Ecumênica da Universidade Estadual de Londrina (UEL) será marcada por um cortejo minutos antes do espetáculo. O público, que deve se reunir em frente à Capela, seguirá para o anfiteatro maior do CCH da UEL.

Em entrevista à Folha, a diretora do espetáculo, Natália Mallo, lamentou a alteração do local escolhido para a estreia nacional do espetáculo. "Nós já estávamos preparados para um tipo de reação porque a peça toca em um tema delicado, mas o que a gente não esperava era perder o espaço no qual a gente iria atuar. Ainda assim, estamos focados em fazer o espetáculo acontecer da maneira que for possível", garantiu.


Divulgação
Divulgação


A montagem, que mostra Jesus vivido por uma mulher transexual, exalta a tolerância, o amor e o respeito. As manifestações contrárias, segundo a diretora do espetáculo, começaram já na primeira montagem de luz com agressões verbais feitas por um candidato a vereador. Congregações religiosas também demonstraram insatisfação com a escolha do local. Após polêmicas nas redes sociais, a diretora foi informada que a Capela não teria alvará para receber o público.

CONTEÚDO - Na manhã deste sábado, o Conselho de Pastores Evangélicos de Londrina e Região publicou um manifesto em que considera que a peça afronta a identidade de Jesus Cristo. "Acreditamos na liberdade de expressão, entendemos a diferença, mas estão tocando no nosso maior símbolo de fé de uma forma que soa estranho para nós. Não somos homofóbicos, mas não achamos interessante que toquem no nosso Senhor. O que nos fere é usar a figura do nosso Senhor", ressaltou em entrevista o presidente do Conselho, Fernando Luís Pinto. Ele admitiu que não conhece o conteúdo do espetáculo, não conversou com a diretora e nem com a protagonista, a atriz Renata Carvalho que chegou ontem a Londrina, mas reforçou a opinião contrária.

Aproximadamente 100 pessoas eram esperadas para a estreia nacional. No entanto, em razão da polêmica, o público deve ser ainda maior. "Quando a gente recebe essas agressões justificadas, a gente se surpreende e pergunta: O que Jesus faria nessa situação? É um espetáculo premiado com apoio do Conselho Britânico e que já circulou em festivais no mundo todo. A peça fala de tolerância e da essência do cristianismo que é o amor ao próximo. A mensagem é de perdão, aceitação e abrange os direitos humanos. Antes de julgar, que nos assistam. Convidamos todas as pessoas para o diálogo", reforça Natália Mallo. A peça será encenada hoje, amanhã e segunda-feira, sempre às 20h, com início em frente a Capela Ecumênica da UEL.

INGRESSOS

Os ingressos estão esgotados. Porém, como o novo local será definido ainda hoje, a organização vai considerar a hipótese de aumentar a oferta para as sessões de domingo (28) e segunda-feira (29).

Matéria atualizada às 14h40.
Viviani Costa - Equipe Folha
Continue lendo
Vida real

Burger King usa 'Paulo Guedes' para falar de economia em nova campanha

19 JAN 2021 às 19h42
BBB 21

Karol Conká diz não gostar de fofoca e que preparou vários looks

19 JAN 2021 às 18h02
Confira!

Programa Arte para Maiores do MON está com inscrições abertas

19 JAN 2021 às 17h20
Saiba mais

Anitta diz que 'tentou de tudo' com Nego do Borel antes de desfazer amizade

19 JAN 2021 às 16h52
Confira!

MC Fioti prepara versão de 'Vacina Butan Tan' e recebe ligação de João Doria

19 JAN 2021 às 16h23
Veja o vídeo

Maria Flor pede impeachment de Bolsonaro em vídeo com gritos e palavrões

19 JAN 2021 às 15h59
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados