Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
No Brasil...

Após críticas, Valcke elogia preparativos para a Copa

Agência Estado
28 jun 2012 às 16:45
Publicidade
Publicidade

O secretário-geral da Fifa, Jérôme Valcke, fez elogios aos preparativos do Brasil para a Copa do Mundo na sua primeira visita à Brasília, após o episódio do "chute no traseiro". Valcke participou de reunião com o ministro do Esporte, Aldo Rebelo, e representantes do Comitê Organizador Local do evento.

"As coisas estão em tempo porque todo mundo trabalhou mais, o governo, as cidades, os organizadores. Nós trabalhamos com mais afinco e estamos mais preparados para o evento", disse Valcke. Ele se recusou a responder se o País ainda precisava de um "chute no traseiro". "Não, não posso nem responder a essa pergunta. É não, mas ponto final".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Valcke diz ter recebido do governo a informação de que 80% das obras estarão concluídas até dezembro de 2013. Ele afirmou não haver problema com o fato de poucas obras ficarem prontas para a Copa das Confederações, que será realizada em junho do ano que vem. "A Copa das Confederações não requer tantos projetos quanto a Copa do Mundo, onde o mundo inteiro estará no Brasil".

Leia mais:

Imagem de destaque
Saiba mais

Romário tinha atalho para escapulidas e deu roupa para não apanhar em 1994

Imagem de destaque
Conheça a história:

Seleção cravou valor do bicho pelo tetra em guardanapo após trauma de briga

Imagem de destaque
Entenda

Por que o Flamengo pensa em ter um clube na Europa e tem Portugal como alvo

Imagem de destaque
Confusão

Caos na Copa América gera pressão da Fifa em Miami sobre Mundial de Clubes


Ele destacou que, no caso de Recife, somente em novembro deste ano será possível garantir a permanência ou não da cidade como uma das sedes do evento teste. Ele afirmou que "a bola está com Recife" e que cabe aos construtores acelerar a construção do estádio para cumprir o cronograma.

Publicidade


O ministro do Esporte, Aldo Rebelo, voltou a afirmar que as obras de mobilidade urbana não são apenas para a Copa do Mundo. Segundo ele, o governo está aproveitando a realização do evento para tentar antecipar intervenções que já eram previstas nessas cidades.


MEIA-ENTRADA E BEBIDAS - O secretário-geral da Fifa afirmou que a Lei Geral da Copa não correspondeu à expectativa da entidade ao deixar alguns temas para serem negociados com Estados e municípios, como a venda de ingressos com descontos e gratuidades e a venda de bebidas alcoólicas nos estádios.

Ele, porém, minimizou o problema. "Nós temos de negociar com cada uma das cidades-sede, o que iremos fazer. Não é o fim do mundo. Faremos esse trabalho com calma, com cada uma das sedes", disse Valcke, destacando não haver "conflito" com o governo brasileiro. Valcke anunciou ainda que o sorteio dos grupos da Copa será realizado na Costa do Sauipe, na Bahia.


Publicidade
Publicidade

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade