Pesquisar

Canais

Serviços

- Gustavo Carneiro/Equipe Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Campeonato de Mini-Horse vai até domingo na ExpoLondrina

Viviani Costa - Redação Bonde
12 abr 2013 às 19:27
Continua depois da publicidade

Mais de 70 animais participam até domingo da primeira etapa do Campeonato Nacional de Mini-Horse. A competição começou nesta sexta-feira e atrai os visitantes da ExpoLondrina, principalmente as crianças que ficam encantadas com a raça.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Os Mini-Horses possuem, em média, de 90 a 98 centímetros de altura. "As fêmeas são mais altas", explicou o criador Anderson Moralis, da cidade de Socorro (SP). Os pais devem estar preparados para conter os pedidos das crianças que insistem em levar o animal para a casa. "O preço de cada um deles varia muito. Um Mini-Horse comum pode ser encontrado a R$ 2 mil, mas um campeão com qualidade vale até R$ 100 mil", contou Moralis que cria animais dessa raça há 14 anos. Alguns deles estão à venda na ExpoLondrina.

Continua depois da publicidade


Moralis faz parte da Associação de Criadores da Raça Mini-Horse com sede em Avaré (SP). Moralis é um dos organizadores da competição. No total, sete etapas vão ser realizadas em todo o Brasil na 11ª edição do campeonato nacional.


Conforme o criador, cada Mini-Horse consome, em média, 1 Kg de ração por dia e 1,5 Kg de capim desidratado. Ele contou que a raça é diferente do pônei "por ser mais dócil e ter a estrutura fina", por isso, pode ser criado em casa. Moralis garantiu que o custo com vacinas e outros cuidados básicos não passa de R$ 50,00 por ano.


Além de ser considerado animal doméstico, a raça também é utilizada em equoterapía para crianças. "Elas desenvolvem o equilíbrio e outras habilidades com a ajuda dos Mini-Horses e, com isso, ganham confiança. Também é uma forma de manter as crianças em contato com a natureza", destacou.

Continua depois da publicidade


Na pista de julgamento, os animais são avaliados pela forma de andar, pela altura e pelo comprimento. Rogério Andrade Ramalho é um dos juízes da etapa de Londrina. A paixão pela profissão começou cedo, o pai dele também era criador. Ramalho mora em Santa Cruz do Rio Pardo (SP).


As características são julgadas por categorias. Antes mesmo de completar seis meses, os animais desfilam próximo às mães como uma espécie de pré-apresentação. A primeira categoria da competição já abrange animais com seis meses de idade e vai até os 15 anos. Os que foram julgados nesta sexta, possuem 24 meses.


"Os Mini-Horses precisam de área verde e de exercícios diários", disse Ramalho. Cada animal passa por uma série de treinamentos até chegar à competição. Segundo o juiz, em seis meses já é possível ter um campeão.

Neste sábado, os julgamentos recomeçam a partir das 14h. No domingo, a etapa entra na reta final a partir das 8h da manhã.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade