Pesquisar

Canais

Serviços

- Gustavo Carneiro/Equipe Folha
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Na ExpoLondrina

Osmar Dias fala em possível candidatura ao Senado em 2014

Bruna Quintanilha - Redação Bonde
11 abr 2013 às 19:31
Continua depois da publicidade

O ex-senador Osmar Dias (PDT) falou em uma possível candidatura ao Senado durante sua visita à ExpoLondrina, na quinta-feira (11). Em entrevista coletiva, o pedetista disse que sua experiência o estimula a tentar voltar para o Senado. "Os projetos e a minha passagem pelo Senado me estimulam a voltar um dia".

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Dias ainda descartou a possibilidade de disputar o cargo de governador em 2014. "Eu já coloquei meu nome duas vezes (ao Governo) e eu respeito muito a decisão que a população tomou. A população me elegeu duas vezes senador e nenhuma governador. Eu creio que a população gosta mais de ver no Senado", concluiu.

Continua depois da publicidade


Durante a entrevista, o ex-senador fez questão de lembrar que o projeto aprovado no início do mês, que estabelece a criação de um Tribunal Regional Federal (TRF) no Paraná, é seu. "Eu queria lembrar que esse projeto foi meu. Eu que apresentei essa emenda em 2001, no Senado".


Osmar dias também comentou sobre a situação do PDT em Londrina, depois da cassação do ex-prefeito, Barbosa Neto. Dias disse que está afastado da presidência do PDT enquanto ocupa o cargo de vice-presidente de Agronegócios do Branco do Brasil, e que acredita que os dirigentes do partido "sabem o que estão fazendo, tanto em Londrina quanto em outros municípios".


Quando questionado se o episódio de Barbosa pode "sujar" a imagem do PDT na cidade, Dias foi direto: "Não. A população sabe diferenciar bem as pessoas. Elas vão saber julgar no momento certo".

Continua depois da publicidade


Crédito para o agronegócio na Expo


Atual vice-presidente de Agronegócios e Pequenas e Micro Empresas do Banco do Brasil, Osmar Dias revelou que em uma semana de ExpoLondrina, cerca de R$ 80 milhões em créditos já foram negociados. "Aqui já temos cerca de R$ 80 milhões de pedidos e esperamos que esse número cresça mais. A expectativa é de que até o fechamento possamos chegar a R$ 100 milhões".


De acordo com Dias, apesar do número ser inferior a de outras feiras, o valor é considerado positivo para a Expo. "Para uma feira que tem outras características, como a ExpoLondrina, é muito bom. Claro que quando é uma feira mais voltada para a comercialização de máquinas como outras, o número é maior. Mas aqui temos a natureza diferente e uma história diferente, por isso, o número nos deixa satisfeito".

O vice-presidente de agronegócio do banco também falou sobre um programa de crédito especial para a ExpoLondrina. "Colocamos uma linha de crédito que estamos utilizando recursos do compulsório, que estavam parados no Banco Central. É uma linha com 3% de juros com dez anos para o produtor pagar. Colocamos uma disponibilidade de R$ 10 milhões para serem aplicados aqui na Expo".


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade