Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Como Lidar com a Demissão

Viviane Rodrigues
08 jun 2007 às 11:00
Continua depois da publicidade

Após a demissão, a maioria das pessoas perdem o chão e, muitas vezes, a única fonte de sobrevivência. Sentem-se desacreditadas e extremamente desanimadas para prosseguir e por isso distanciam-se de uma nova colocação.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para aqueles que buscam aumentar a sua empregabilidade (conjunto de qualificações desejadas pelo mercado de trabalho), após uma demissão, não trará o emprego de volta ou uma nova colocação assumir esses pensamentos e atitudes: "Desespero", "Revolta", "Suportar a situação", "Conformar-se com o que lhe aconteceu" ou "Acomodar-se, pensando que essa é a sua sina".

Continua depois da publicidade


Pensar constantemente que é um "desempregado" leva a pessoa, falsamente, a acreditar que nada mudará, e permanecerá desempregada para sempre, principalmente quando acompanha os noticiários alarmantes sobre a falta de emprego no país e em todo o mundo. E isso traz desespero a qualquer um que permanece com esse pensamento. Importante é pensar que é "um trabalhador" e no momento está sem uma ocupação.


Esse tempo vivenciado durante a demissão deve ser encarado como um momento de redefinição, adequação, crescimento, amadurecimento, tempo de dar novo sentido à vida profissional, estabelecer novos desafios, viver um processo de mudança e valorizar o discernimento permanente.

Continua depois da publicidade


A pessoa precisa transformar essa falta de ocupação e espera em um tempo de transição da desolação (demissão) para a consolação (recolocação no mercado). Enxergar como preparação para o "algo mais" que está por vir, estar disposta a conquistar algo novo, muito melhor!!


Trata-se de um processo de mudança, em que a pessoa precisará se tornar resiliente, isto é, assumir nesse momento suas emoções, sofrimentos, demoras, desafios, fortalecendo o espírito com atitudes edificantes, buscando equilíbrio junto aos familiares e amigos e superando as decepções vivenciadas. Compreender que esse tempo de dificuldades quando bem administrado transforma-se na condição essencial de uma boa formação para futuras oportunidades. Vivenciar tudo isso servirá para conquistar um novo crescimento e amadurecimento e então ter condições de visualizar o melhor caminho a seguir.


Este tempo de transição até a nova recolocação no mercado será menor se o profissional assumir os passos orientados abaixo. Confira:


"PASSOS para reconquistar o espaço no mercado e aumentar a empregabilidade":


1º.) MUDANÇA DE FOCO (Buscar outros Pensamentos, Sentimentos e Atitudes): é preciso parar de olhar para o que perdeu e buscar o equilíbrio emocional. Resgatar o respeito por si mesmo, ter paciência, valorizar-se, enxergar com bom humor esse momento difícil e pensar constantemente nos sonhos, nos desejos, nos diferenciais, nos talentos e no novo trabalho que irá buscar. Isso trará um novo foco e ajudará a ter um objetivo certo, imprescindível para ter sucesso na vida profissional. Não se pode esmorecer. O ofício, o trabalho, exigem muito de qualquer pessoa, portanto deve existir tenacidade. É essencial estabelecer um propósito muito bem definido e correr atrás dos sonhos. Encarar este tempo como um momento de aperfeiçoamento para vivenciar a melhoria contínua.


Os dias são feitos de alegria e também de tristeza, mas nem por isso devemos perder o foco em que realmente importa. E o mais importante é sempre ir em frente e estar feliz com a superação e o amadurecimento que esta fase sempre revela.


2º.) COMPREENSÃO DA DEMISSÃO: Buscar os motivos da demissão junto ao empregador, supervisor, área de R.H, colegas de trabalhos, familiares, etc e uma auto-percepção trará um entendimento sobre os erros e omissões cometidas. Essa compreensão ajudará a pessoa a se policiar em corrigi-los e estar amadurecido para o próximo trabalho.


3º.) LIÇÕES E APRENDIZADOS: Focar o auto-desenvolvimento, buscando todas as informações possíveis que provoquem um aprendizado e superação das falhas cometidas. Também é oportuno se interessar pelas expectativas do empregador e do atual mercado de trabalho e aprender a enfrentar com naturalidade os processos de mudança. Outrossim, é tempo de investir em novas qualificações, bons comportamentos, na educação e no desenvolvimento do próprio empreendedorismo. Isto é, assumir a responsabilidade pela construção do crescimento profissional.


4º.) INICIATIVA (AÇÕES VENCEDORAS): O último passo é o auto-gerenciamento das etapas anteriores e partir para ações vencedoras. Como por exemplo: buscar ajuda de pessoas que estejam trabalhando (pois isto colocará o profissional mais próximo às oportunidades de vagas preenchidas por indicação); ouvir ou ler sobre empregabilidade e novas oportunidades de emprego, trabalho ou ofício, atualmente comum em programas da tv, projetos municipais, revistas, jornais e livros especializados; participar de cursos de capacitação profissional; retornar aos estudos de formação técnica e acadêmica; fortalecer a auto-estima; consultar a opinião de um especialista no assunto e dar um novo significado ao trabalho: tirar o foco do salário no final do mês, e sim desejar trabalhar pela realização pessoal provocada e por contribuir com a sociedade ao prestar um bom trabalho.

Por fim, é preciso manter-se confiante, feliz e trabalhar para conquistar o seu espaço!! Acreditar sempre que você vai superar esta fase e passar a enxergá-la como um momento decisivo na melhoria da sua própria vida!!


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade