Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Motivados para 2007

Viviane Rodrigues
17 dez 2006 às 11:00
Continua depois da publicidade

Para o montanhista canadense Jamie Clarke, que alcançou o cume do Monte Everest, o topo do mundo, todos nós devemos atender um chamado latente de encarar os desafios e realizarmos os nossos sonhos com determinação e coragem para assim atingirmos também o nosso topo.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

É com esse olhar que você é convidado a se preparar agora para receber e viver o ano de 2007. É o ano para começar a transformar os seus sonhos em metas e assim, em pura realidade.

Continua depois da publicidade


O sucesso de um montanhista bem sucedido como Clarke não é nada fácil porque sua realização requer 5 à 10 anos de intenso preparo físico e mental (vencer tempestades de neve, resistir ao frio, proteger-se dos riscos de avalanche, acostumar-se com a alimentação da nação ou região em que se encontra o pico a ser escalado, saber lidar com as diferenças de personalidade e conflitos entre os membros da equipe da expedição, superar o estresse provocado pelos inúmeros imprevistos da escalada etc), sendo que o "sonho de ficar no topo", durará apenas de 5 a 10 minutos.


Como é que Clarke e outros montanhistas conseguem se manter motivados após passarem por tantas dificuldades e anos de preparação para a realização de um sonho que dura tão pouco tempo?

Continua depois da publicidade


O segredo desses esportistas não é diferente dos trabalhadores e profissionais de sucesso: "aprender a cuidar da própria motivação".


Auto-motivar-se é cuidar do estado de espírito, é identificar os principais motivos e razões para existir, trabalhar, relacionar-se e realizar tudo que se propõe a fazer durante a vida. Sem motivação, sem haver razões, não há porque agir, então ficamos parados, acomodados, acabrunhados, entediados.


Quando estamos motivados cumprimos melhor o nosso papel. Sem motivação é muito difícil agüentar horas e horas, semanas e semanas seguidas em cima de um projeto ou de uma máquina, ver os amigos saindo de férias e você não, lidar com o cansaço e o estresse, ter força para enfrentar a concorrência acirrada dentro e fora da empresa. A superação está em saber enxergar o trabalho como uma forma de realização pessoal e não apenas profissional.


No entanto, é uma ilusão pensar que nós conseguimos ficar motivados o tempo todo. Altos e baixos são mais do que normais. Mas é preciso diminuir a distância entre os picos de euforia e de desânimo. Como fazer então para se auto-motivar? A seguir alguns passos para você manter o entusiasmo mesmo com as dificuldades que possam aparecer:


DICAS:


1) Defina suas metas profissionais e pessoais para 2007: Não dá para fugir à regra, se você sempre ouviu falar disso, mas nunca fez e colocou em prática (fase essencial para aparecer os resultados), procure exercitar dessa vez. Para manter a motivação, é essencial que se tenha definido para si mesmo o que deseja realizar nos próximos dias, meses e anos. Para ajudar a memória e sempre prender o foco, de uma forma resumida, faça anotações das principais metas e os passos para alcançá-las pois assim a mente fotografa os seus propósitos e tudo fica mais fácil. Coloque no papel as mudanças, as melhorias que precisa empreender no seu trabalho, na execução da sua função, na projeção da sua carreira, nos relacionamentos, na qualidade de vida e em todas as outras áreas que desejar. É importante também escolher metas que estejam dentro da sua capacidade de gerenciamento, que sejam possíveis para você. E durante o ano, reveja tais propósitos, avalie as falhas, troque idéias com seus colegas, chefe e familiares e busque as soluções para concretizá-las.


2) Veja o seu trabalho e o ambiente profissional com outros olhos: Enxergue as tarefas diárias como algo que faz diferença no mundo que o cerca e não apenas na conta bancária no final do mês. Perceba o quanto cada ação, mesmo repetitiva, traz experiência, maturidade, domínio, segurança para você. Guarde dentro de você e deixe sempre aceso, durante a execução do trabalho, o significado de cada tarefa e a contribuição que você está deixando para a sociedade e as pessoas que se servirão do seu trabalho.


3) Livre-se dos fatores que inibem a motivação: procure eliminar a tensão, a ansiedade e a falta de confiança em si mesmo.


4) Adquira os hábitos que mais estimulam a motivação: Traga sempre com você o desejo de vencer, esteja orientado para um objetivo de longo prazo, tenha iniciativa em tudo, seja organizado e não esqueça de fazer planos, pois segundo os estudos do psicólogo americano Jotham Friedland, do Illinois Institute of Technology, de Chicago, estes são os fatores que mais estimulam a motivação.


5) Anime seus pensamentos: Apaixone-se pelo que você faz, reconquiste o seu espaço, espelhe-se nos grandes atletas que sempre buscam novos desafios e a superação de seus limites, cuide-se para não se contaminar com os desmotivados de plantão, preserve o equilíbrio entre trabalho e vida pessoal (pois se algo der errado, a frustração e a desmotivação serão muito maiores), encare as mudanças como um processo de desenvolvimento e não como uma barreira, olhe para a frente e para o alto, pense nas batalhas vencidas, queira deixar a sua marca no mundo, enfrente o medo e concentre-se no que realmente importa, agradeça aos que o ajudam a chegar mais próximo do topo, olhe o futuro em busca de novas escaladas e seja obstinado e comprometido com o caminho traçado.

Boa sorte, e bem-vindos sejam os novos tempos e todos os desafios que eles lhes trouxerem. Esteja sempre de prontidão para enfrentá-los e com seus propósitos e o apoio de todos aqueles que compartilham a convicção de melhorar sempre, a cada dia, você será um(a) vencedor(a). Esteja certo disso!!


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade