Pesquisar

Canais

Serviços

Continua depois da publicidade
Neste sábado

Saúde realiza Campanha de Vacinação contra o HPV em Londrina

Redação Bonde com assessoria de imprensa
11 mar 2016 às 17:03
Continua depois da publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde, realiza, neste sábado (12), das 8 às 14 horas, a Campanha de Vacinação contra o HPV e intensificação de agenda para coleta de citologia de colo de útero e exames clínicos das mamas, com agendamento de exames de mamografia para as mulheres da faixa etária de risco, de 50 a 69 anos. Será em todas as Unidades Básicas de Saúde (UBSs) da região urbana. A ação faz parte da 2ª Campanha Mês da Mulher – O cuidado começa na infância.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

Para a participação da Campanha, o Município realizou o agendamento das mulheres. Aquelas que não agendaram, podem procurar a UBS mais próxima de suas residências para acolhimento e agendamento conforme disponibilidade da UBS, pois os exames são ofertados pelas unidades de saúde durante todo o ano.


Devido ao câncer de colo de útero ser passível de prevenção e, junto com o câncer de mama, estar entre os que mais acometem a população feminina no Brasil, a Secretaria Municipal de Saúde tem, como proposta, ampliar o acesso ao exame preventivo e a vacinação com a realização de campanhas durante o ano de 2016.


Segundo a gerente de Programas Especiais em Saúde do Município, Lilian de Fátima Nellessen, o câncer de colo de útero pode ser prevenido por meio do uso de preservativos nas relações sexuais, coleta periódica de exame citopatológico de colo de útero e vacina contra o HPV. "A vacinação, em conjunto com as atuais ações para o rastreamento do câncer do colo do útero, possibilitará, nas próximas décadas, prevenir essa doença, que representa uma das principais causas de morte por neoplasias entre mulheres no Brasil", disse.


Público - A população alvo da vacina contra o HPV são adolescentes do sexo feminino na faixa etária de 9 a 13 anos. Segundo Lilian, o Município tem encontrado dificuldades na adesão das meninas à vacina. "Não sabemos ao certo o motivo, mas acreditamos que possa ser por desconhecimento da importância desta vacina", ressaltou Lilian.

Continua depois da publicidade


Em 2015, o Município realizou a aplicação de 6.181 primeiras doses (55% de cobertura) e 3.896 segundas doses (64% de cobertura).


Outras ações - Durante todo o mês de março a Campanha prevê a intensificação de agendas para coleta de citologia de colo de útero e exame clínico das mamas e solicitação de mamografia nas UBSs.


A Campanha também compreende a disponibilização/distribuição de preservativos masculinos à população, em espaços físicos que possibilitem o livre acesso pelo usuário, sem restrição de quantitativos, preferencialmente, em locais como recepção e sala de espera, não sendo mais
necessária a solicitação de documentos de identificação e controle do usuário para a dispensação dos preservativos masculinos.


O Município vai promover Inquérito de Citologia de Colo de Útero (CO) e Mamografia. Agentes Comunitários de Saúde farão visitas a todas as mulheres de 25 a 69 anos de seu território, para avaliação e busca das mulheres que estão em atraso com os exames de mamografia e citologia. Com relação a mamografia, a prioridade deve ser para o agendamento de mulheres de 50 a 69 anos, que estão com mais de dois anos de atraso. Para citologia de colo de útero, o objetivo são mulheres de 25 a 64 anos, que estão com atraso do exame há mais de 3 anos.


Será feito o seguimento de mulheres com alterações em exames de citologia de colo de útero e mamografia, atualizando as informações identificadas pelas Unidades de Saúde no Sistema de Informação do Câncer (SISCAN) e, se necessário, será acionada a Rede de Oncologia.

Também será trabalhada educação em saúde com o tema "Câncer de Mama e Colo de Útero e Importância da Vacina do HPV", nas atividades de grupo, espaço de sala de espera das unidades de saúdes, equipamentos sociais do território e escolas. Será dado prioridade no atendimento às gestantes nas clínicas odontológicas e será feita busca ativa das gestantes que faltaram a este atendimento.


Compartilhar nas redes:

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade