Pesquisar

Canais

Serviços

Shutterstock
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade
Se joga!

Confira 5 dicas para comer chocolate na Páscoa sem culpa

Redação Bonde com Assessoria de Imprensa
18 abr 2019 às 09:23
Continua depois da publicidade

A época dos ovos de chocolate está chegando e, junto com ela, o alerta de perigo para quem está tentando manter ou perder peso. Que jogue a primeira pedra quem nunca sentiu o botão da calça apertar depois de um feriado cheio de tentações. E não é à toa, já que o consumo excessivo de açúcares e carboidratos estimula o ganho da temida gordura abdominal.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE


"Além disso, nas mulheres, há uma tendência maior em ganhar medidas no quadril, já que essa região é mais influenciada pelos hormônios femininos", afirma o nutricionista Jefferson Bitencourt, docente de Nutrição Clínica Funcional no centro de nutrição VP.

Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade


Para aproveitar a Páscoa sem ganhar esses quilinhos indesejados, o segredo é manter o equilíbrio e fazer escolhas inteligentes. "Não é preciso se privar do chocolate e de nenhum outro alimento, desde que o consumo seja feito com bom senso. Uma dieta muito restritiva pode, inclusive, causar episódios de compulsão, aumentando a ingestão de calorias em outros momentos", alerta Bitencourt. Assim, nada de radicalizar nessa época do ano. Anote as principais dicas do nutricionista para curtir o feriado com a consciência limpa – e o mais importante, sem passar vontade de comer chocolate:


1. Chocolate pode!


Prefira versões mais saudáveis, como aquelas com teor de cacau superior a 50% e adição de castanhas ou frutas. Outra ótima escolha são os ovos e bombons funcionais, encontrados em farmácias de manipulação. Alguns ajudam até na redução de medidas abdominais, graças à presença de extratos naturais, como o de chá roxo. "O ativo pode inibir a absorção de gordura no intestino e melhorar o metabolismo energético, protegendo o organismo dos efeitos nocivos do açúcar e amenizando o ganho de gordura abdominal", explica.

Continua depois da publicidade


2. Deixe para a sobremesa


Nada de comer chocolate com o estômago vazio. Deixe para saborear o doce depois das refeições, assim a saciedade será alcançada com porções menores, evitando o consumo excessivo. "Procure manter o prato sempre saudável, com a presença de vegetais, que são ricos em fibra", pontua o nutricionista. Além de todos os benefícios para a saúde, o nutriente ajuda a diminuir a absorção de gordura pelo organismo e ainda prolonga a sensação de "estômago cheio".


3. Valorize cada refeição


Não faça compensações radicais só para poder comer chocolate. "Longos períodos em jejum podem atrapalhar o funcionamento do metabolismo, devido à falta de nutrientes no organismo, aumentando as chances de compulsão alimentar", afirma o nutricionista. Assim, mantenha todas as refeições que costuma fazer normalmente, do café da manhã ao jantar, priorizando a qualidade, mas sem pecar na quantidade.


4. Movimento é a chave


É difícil manter a rotina de exercícios nos momentos de folga, especialmente se o plano é viajar. Para evitar que as calorias a mais se transformem em gordurinhas mais tarde, invista em uma corrida na praia, um esporte coletivo ou qualquer outra prática que mantenha o corpo em movimento. "Não precisa seguir a rotina de exercícios habitual, basta uma atividade mínima. O erro é abusar na alimentação e ainda ficar parado", diz Bitencourt.


5. O poder do sono


Uma noite mal dormida já é capaz de afetar todo o metabolismo, prejudicando a digestão e aumentando o apetite por alimentos ricos em açúcar e carboidratos, que, em excesso, estimulam o ganho de peso. "Além disso, a restrição de sono está frequentemente ligada ao estresse e à ansiedade, que também são gatilhos para uma alimentação desequilibrada", diz o especialista.

E se mesmo depois dessas dicas, ainda sentir que "enfiou o pé na jaca" durante a Páscoa, não perca o foco. "Depois de um feriado de exageros, o indicado é retomar o quanto antes a rotina alimentar e de exercícios. Para acelerar a perda de medidas de forma saudável, você ainda pode apostar no consumo regular de extratos naturais com poder antioxidante, que ajudam o organismo a funcionar melhor", finaliza Bitencourt.


Continue lendo