16/06/21
PUBLICIDADE
Pandemia

Acesf divulga orientação sobre velórios em Londrina

Divulgação
Divulgação


A Administração dos Cemitérios e Serviços Funerários de Londrina (Acesf) relembra as medidas que devem ser seguidas, em Londrina, para a realização de serviços funerários durante a pandemia do Coronavírus.


A orientação é que apenas um representante familiar compareça até a sede da ACESF para realizar as tratativas do funeral do ente querido. Isso porque, há casos em que mais de cinco pessoas, da mesma família, estão comparecendo presencialmente na autarquia, o que acaba gerando aglomeração e uma possível proliferação do novo vírus causador da COVID-19. "Pedimos para que as pessoas sigam as orientações de enfrentamento à pandemia. Quando for necessário vir até a ACESF, para tratar sobre as questões relacionadas ao funeral, pedimos que venha um representante da família, no máximo, quando necessário, acompanhado de outro familiar”, pediu o diretor-técnico da ACESF, Ademir Gervásio Junior

A norma está publicada na Portaria nº 30 da ACESF e pode ser lida no Jornal Oficial do Município nº 4026 (clique aqui). Desde o início da pandemia, em março de 2020, o atendimento funeral fica restrito a uma pessoa da família e mais um representante do plano funeral, quando houver. Este familiar deverá ter conhecimento do falecido e do jazigo onde o ente será sepultado. Em casos excepcionais, poderá haver a troca do familiar que está sendo atendido na ACESF, desde que aquele espere fora das instalações da autarquia. A orientação é que o representante telefone antes de ir pessoalmente na ACESF.

Regras COVID-19 – Quando o falecimento for decorrente da COVID-19 ou de alguma complicação vinculada a esse quadro viral, seja com confirmação ou em caso suspeito, não é permitida a realização de velório e a urna deverá ser encaminhada diretamente para o sepultamento ou cremação.

Nesses casos, quando o familiar receber, do hospital, o comunicado de falecimento, ele deverá contratar uma urna funerária na ACESF e acordar o local e horário para sepultamento. Na sequência, os servidores da autarquia vão até o hospital para realizar a remoção do corpo em uma urna lacrada, levando diretamente ao cemitério escolhido para o sepultamento ou para a instituição que fará a cremação, ou seja, não haverá em hipótese alguma a realização de velório ou cerimônia de despedida. As homenagens poderão ser prestadas no cemitério.

Para o sepultamento, os servidores deverão, obrigatoriamente, utilizar os Equipamentos de Proteção Individual contra o Coronavírus, como as máscaras faciais, luvas e roupas apropriadas para manejar a urna funerária. Além disso, se algum familiar acompanhar o processo, deverá manter a distância mínima de 2 metros do funcionário do sepultamento e de um metro entre outro familiar do falecido.

Casos não COVID-19 – Para os casos de falecimento não relacionados à COVID-19 de nenhuma maneira (sem suspeita da doença viral), será permitida a realização de velório com, no máximo, duas horas de duração, obrigatoriamente durante o período diurno.

A orientação é que, no máximo, 10 pessoas participem da cerimônia de despedida, para evitar a aglomeração dentro e fora das capelas mortuárias. Caso haja mais que 10 pessoas, as em acréscimo devem aguardar alguém sair da capela para entrar e se despedir. Nesses casos, as urnas funerárias podem ficar abertas, ou seja, não são lacradas.

Para que a ACESF tenha conhecimento dos casos de óbitos suspeitos ou confirmados com COVID-19, os hospitais de Londrina comunicam diretamente a autarquia através da declaração de óbito.
Redação Bonde com N.com
PUBLICIDADE
Continue lendo
No Twitter

Toffoli nega liminar para Bolsonaro desbloquear site de notícias

15 JUN 2021 às 18h43
conscientização

Disque Idoso Paraná ajuda Governo a dar proteção a pessoas com 60 anos ou mais

15 JUN 2021 às 17h29
Pandemia

Governo avalia criar assistência para órfãos do coronavírus

15 JUN 2021 às 16h55
Pior seca da história

Incentivo para consumo de luz fora do horário de pico pode começar em julho

15 JUN 2021 às 16h46
Envio de uma tripulação à lua

Governo assina acordo para apoiar programa da Nasa que prevê nova missão à Lua em 2024

15 JUN 2021 às 16h25
Maior competitividade

Câmara aprova projeto que aumenta vida útil dos táxis de Londrina

15 JUN 2021 às 15h46
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados