02/12/20
PUBLICIDADE
Conter coronavírus

Após avanço da pandemia, MP volta a pedir fechamento do comércio em Londrina

Arquivo Folha
Arquivo Folha


A promotora Susana de Lacerda, responsável pela Promotoria de Proteção à Saúde Pública em Londrina, tenta novamente na Justiça a suspensão das atividades não essenciais no município, como forma de prevenir o esgotamento de leitos nos hospitais da cidade.


O pedido foi feito no dia 15 de setembro, dentro da ação movida em abril que pedia a manutenção da suspensão das atividades não essenciais em Londrina. Na segunda-feira (21), novo decreto prorrogou por mais sete dias a restrição ao horário de funcionamento do comércio das 10h às 16h, de segunda a sexta-feira, e dos shoppings das 11h às 19h, também apenas em dias de semana.

A promotora argumenta, na nova solicitação, que as análises de avanço de casos confirmados, de óbitos e de ocupação de leitos, tanto na rede pública de saúde quando na privada, indicam risco alto de colapso na saúde, o que demanda medidas ainda mais restritivas.

Na petição, Lacerda detalha o aumento expressivo de 96% no número de casos ativos de Covid-19 no intervalo de um mês. No dia 13 de agosto, o boletim diário divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde apontava 253 casos ativos da doença, considerando pacientes internados e pessoas em isolamento domiciliar que estão na fase de transmissão do vírus. Já no dia 13 de setembro, esse número saltou para 498 casos ativos.

A quantidade de mortes pela doença também chama a atenção do Ministério Público. Em apenas uma semana (entre os dias 31 de agosto e 7 de setembro), 24 pessoas faleceram por Covid-19 em Londrina.

A promotora cita ainda a avaliação técnica feita pelo Grupo de Estudos do Coesp (Centro de Operações de Emergências em Saúde Pública) no dia 9 de setembro. O relatório apontou risco alto para a evolução da doença em Londrina e classificou a situação do município na chamada "bandeira vermelha". Os cálculos e análises são feitos seguindo orientações do Conass (Conselho Nacional de Secretários de Saúde) e do Conasems (Conselho Nacional de Secretarias Municipais de Saúde) em parceria com a Opas (Organização Pan-Americana de Saúde).

O grupo de estudos constatou também que parte dos leitos gerais disponíveis nos hospitais para atender pacientes do SUS passou a receber também pessoas infectadas pelo novo coronavírus, o que representa a falta de leitos específicos para casos de Covid-19. O Comitê de Crise de Londrina, formado por representantes dos hospitais e autoridades sanitárias, também verificou que a mesma situação ocorre nos leitos particulares.

Para a promotora, as medidas tomadas pela Prefeitura de Londrina, mesmo que mais restritivas desde o dia 10 de setembro – quando passaram a vigorar os decretos de fechamento de bares e áreas públicas e a instituição de uma lei seca - são insuficientes.

"As medidas impostas pelo Prefeito são mais rígidas que anteriormente vigentes, é verdade, mas ainda estão muito longe de corresponder ao recomendado pelo Grupo de Estudos do Coesp”, argumenta a promotora, que continua: "Como anteriormente exposto [no pedido], diante dos cenários críticos da pandemia, as medidas capazes de controlar o contágio, impedir o colapso do sistema de saúde e poupar vidas devem contemplar a suspensão das atividades não essenciais no município”, propõe.

(Atualizado em 23/09/20, às 14:25)

LEIA TAMBÉM:

Acil reforça posicionamento contrário a um possível lockdown
Luís Fernando Wiltemburg - Redação Bonde
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
Continue lendo
Suspeitos fugiram

PRF e PM trocam tiros com quadrilha de assalto a bancos

01 DEZ 2020 às 19h12
Zona oeste

Feto é abandonado em lixeira da UPA Jardim do Sol

01 DEZ 2020 às 18h51
Balanço

Patrulha Maria da Penha registra 51 atendimentos em novembro

01 DEZ 2020 às 17h13
Eleição presidencial

Para Ciro, aliança entre centros é necessária para derrotar Bolsonaro em 2022

01 DEZ 2020 às 16h18
Londrina, Maringá e Foz

Ceasa promove licitações para obras de reforma em unidades do PR

01 DEZ 2020 às 14h50
Pela madrugada

Governo vai baixar toque de recolher em todo o Paraná para conter coronavírus

01 DEZ 2020 às 14h48
Veja mais e a capa do canal
JORNAIS
Folha de Londrina
TELEVISÃO
MultiTV Cidades
OUTRAS EMPRESAS
Grafipress
RSS - Resolução máxima 1024x728 - () - Bonde - Todos os direitos reservados