Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Ponte caída

Balsa do Exército deve ajudar na locomoção de moradores ilhados em Londrina

Guilherme Batista - Redação Bonde
19 jan 2016 às 09:50
- Grupo Folha
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Os moradores do patrimônio Guairacá, ilhados desde a última semana por conta da queda de uma ponte, devem ter a locomoção auxiliada por oficiais do Exército. Segundo o prefeito Alexandre Kireeff (PSD), o 5º Batalhão de Engenharia de Combate Blindado, de Porto União (SC), já demonstrou a intenção de enviar uma equipe ao município para ajudar na "solução da ponte do Guairacá, sobre o rio Taquara".

"Inicialmente, seria instalada uma balsa militar, até a conclusão da ponte provisória militar", escreveu Kireeff no Facebook na manhã desta terça-feira (19). A estrutura provisória, por sua vez, "permaneceria por aqui até a conclusão das obras da ponte definitiva".

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Ainda conforme o prefeito, a vinda da equipe do Exército depende, apenas, de uma autorização das "autoridades militares de Brasília".

Leia mais:

Imagem de destaque
Estreia nesta quinta

Treinador londrinense participa da 3ª temporada de 'Largados e Pelados'

Imagem de destaque
Grupo oficial

Comunidade de caçadores de pokemons segue na ativa em Londrina

Imagem de destaque
No Centro

Prefeitura de Londrina pede que investidor preserve chaminé da década de 30

Imagem de destaque
Refeição completa

Confira o cardápio do Restaurante Popular de Londrina para esta terça-feira

Vale lembrar que a região do Guairacá foi uma das mais afetadas pelas fortes chuvas da semana passada. O temporal inundou o rio Taquara, que transbordou e levou a ponte que ligava o patrimônio à zona urbana de Londrina.


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade