Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Zona oeste

CMTU estuda instalar mais radares em Londrina; dois locais estão em teste

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
16 nov 2023 às 19:01
- Pedro Marconi/Grupo Folha de Londrina
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

O motorista que desce a avenida Castelo Branco, sentido UEL (Universidade Estadual de Londrina), na altura do número 464, na zona oeste de Londrina, já deve ter notado um equipamento diferente no canteiro central. É um radar que foi colocado pela CMTU (Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização). No entanto, o aparelho ainda não está gerando multas e sim em fase de teste, o que é explícito em uma placa.


O mesmo acontece na avenida Soiti Taruma, após a rotatória com a avenida Juvenal Pietraroia, em direção ao jardim Olímpico, também na região oeste. De acordo com a companhia, os radares vão registrar a quantidade de veículos que passam pelas vias, os fluxos por horário e a velocidade média exercida pelos condutores. Também foi informado que existe reclamação de moradores e comerciantes sobre motoristas acelerados nos trechos.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade


Não foi divulgado o prazo para término do teste e, por consequência, se os locais vão contar com radares efetivos no futuro, após avaliação. A Castelo Branco, por exemplo, já conta com dois equipamentos, estes em pleno funcionamento, nas proximidades do lago Igapó quatro. A velocidade máxima permitida é de 50 quilômetros por hora. A cidade tem atualmente 79 pontos com fiscalização eletrônica.

Leia mais:

Imagem de destaque
Zona Sul

Revitalização da Praça da Juventude deve iniciar ainda neste mês em Londrina

Imagem de destaque
Veja como ajudar

Família de 'jovem gênio' de Londrina faz campanha para participação em olimpíada de matemática em Nova Iorque

Imagem de destaque
Participação gratuita

Evento da UEL reúne grandes nomes femininos do jornalismo nesta quarta

Imagem de destaque
Investimento de R$ 630 mil

Cultura de Londrina abre edital para a seleção de Vilas Culturais


Em setembro do ano passado, o município, por meio da CMTU, testou radares em 14 lugares, como a rua Bento Munhoz da Rocha Neto e a avenida Leste-Oeste, no cruzamento com a rua Amapá. Dois meses depois os aparelhos foram oficialmente ligados. No ano passado, em último balanço publicado pela CMTU, o número de multas aplicadas foi de 305.605.


Imagem
Sema emitiu 252 multas por cortes ou podas irregulares de árvores em Londrina
O  mecânico Ricardo Mayeda passou a ter problemas gerados por um ipê na calçada de casa há cerca de dois a
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade