Pesquisar

Canais

Serviços

- Reprodução
Continua depois da publicidade
Poluição ambiental

CMTU pode ser multada em até R$ 50 milhões por vazamento de chorume na CTR

Thamiris Geraldini - Redação Bonde
22 dez 2015 às 10:47
Continua depois da publicidade

Após vazamento de chorume registrado na Central de Tratamento de Resíduos (CTR), a Companhia Municipal de Trânsito e Urbanização (CMTU) deve ser autuada em multa que pode variar de R$ 500 a R$ 50 milhões de reais.

Continua depois da publicidade
PUBLICIDADE

A situação foi registrada na última sexta-feira (18), sob suspeita de que a poluição estaria alcançando um corpo hídrico que dá vazão ao Ribeirão Apertados, que desagua no Rio Tibagi e é manancial de abastecimento em Londrina.

Continua depois da publicidade


De acordo com a promotora do Meio Ambiente, Solange Vicentin, a CMTU afirmou que, tão logo quanto soube do vazamento, medidas emergenciais foram tomadas. "Eles disseram que ficaram sabendo do problema por meio da imprensa e do Ministério Público. Afirmar que, assim que foram notificados, tomaram medidas para resolver a situação de forma instantânea. De todo modo, a mobilização para resolver o problema não anula a autuação, que será realizada pelo Instituto Ambiental do Paraná (IAP)".


O valor da multa será aplicado a partir do resultado das análises das amostras coletadas pelo IAP. Assim que a CMTU for oficialmente autuada, ela terá um prazo de 20 dias para apresentar defesa.

A assessoria de imprensa da CMTU informou que todas as medidas de contenção e prevenção estão sendo tomadas. Desde sexta-feira, quando o problema foi constatado, a Companhia ampliou a barreira de contenção e aumentou o processo de retirada do chorume, que deve ser mantido até que cesse o período de excessos de chuva.


Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade