Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Publicidade
Publicidade
Monitoramento

Empresa adianta instalação de câmeras na área central

Redação Bonde
24 nov 2007 às 11:14
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A empresa MasterSeg – Sistemas de Segurança, de Londrina, vencedora da licitação para a compra de câmeras de segurança, já iniciou a instalação dos equipamentos na região central da cidade. De acordo com o secretário de Governo, Adalberto Pereira, até o dia 10 de dezembro estarão instaladas pelo menos 10 câmeras.

Na opinião do secretário os equipamentos deverão ajudar no trabalho da polícia militar (PM) que estará realizando uma operação especial de fim de ano. "Acreditamos que os equipamentos vão contribuir com a segurança do comércio que já estará aberto até às 22h, a partir do próximo dia 6", lembrou.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


As câmeras estão sendo instaladas em lugares previamente escolhidos pela PM e a empresa MasterSeg, que deverá instalar mais 22 equipamentos, além de fornecer o software, servidor e televisores que ficarão na Central de Operações da Polícia Militar (Copom), para monitoramento das imagens obtidas pelas câmeras. "Pelo prazo estabelecido pela licitação, a empresa deveria fazer a instalação somente em janeiro. A antecipação, com certeza, garantirá um período de festas mais tranqüilo e seguro na região central", declarou.

Leia mais:

Imagem de destaque
Em fase única

Inscrições para Vestibular 2025 da UEL abrem nesta quinta

Imagem de destaque
Começa nesta quarta

CineKombi leva cinema gratuito para as ruas de Londrina

Imagem de destaque
Operação policial

Bingo clandestino funcionava em galpão com placa de aluga-se no centro de Londrina

Imagem de destaque
Obra cara e atrasada

Após vários contratempos, novo Fórum Criminal de Londrina deve ser concluído em 2025


As imagens captadas serão enviadas por um sistema de fibras óticas até a Central de Operações da Polícia Militar (Copom), instalada no quartel do 5° Batalhão, na rodovia Celso Garcia Cid (região sul). Nesta central estarão instalados os monitores de vídeo e os movimentos suspeitos detectados serão transmitidos, via rádio, aos policiais que estarão em patrulhamento pelas ruas da cidade e às demais unidades policiais da cidade.

Publicidade


A compra dos equipamentos custou aos cofres públicos R$ 400 mil, oriundos do Fundo de Reequipamento do Corpo de Bombeiros (Funrebom), conforme lei aprovada pela Câmara de Vereadores. O secretário Adalberto Pereira informou que só na área de segurança do Corpo de Bombeiros, a prefeitura investiu nos últimos seis anos mais de R$ 9,5 milhões. Já com as polícias Militar, Civil e Científica do estado, sediadas em Londrina, foram gastos R$1.155,861,44.


Para o prefeito de Londrina, Nedson Micheleti, a aquisição das câmeras de vigilância é mais uma ação importante da administração pública municipal na área de segurança. "A prefeitura está presente, em conjunto com as polícias Militar e Civil, em diversas ações de segurança na vida do londrinense. O sistema de vigilância eletrônico representa um avanço e, com certeza, vai ajudar muito no combate ao crime", opinou o prefeito.

Da Prefeitura de Londrina


Publicidade

Últimas notícias

Publicidade