Pesquisar

Canais

Serviços

Negócio socioambiental

Londrina ganha projeto pioneiro no país com Banco de Resíduos Têxteis

- Reprodução/UEL
Mikaela Orikasa - Grupo Folha
08 jun 2022 às 15:52
Continua depois da publicidade
Continua depois da publicidade

Após 10 anos de estudos, pesquisadores da UEL (Universidade Estadual de Londrina) chegaram a um modelo de negócio socioambiental que será implantado em Londrina ainda neste mês. 

Continua depois da publicidade


O BRT (Banco de Resíduos Têxteis) é um sistema de logística reversa de resíduos têxteis pós-cosumo (roupas) e pós-industriais com o bjetivo de minimizar os impactos ambientais no aterro de Londirna.


A cada ano, são descartados mais de oito mil toneladas de resíduos têxteis no aterro sanitário da cidade. "O setor têxtil ainda não é contemplado na política nacional de resídos sólidos. 


Esse é um projeto pioneiro no País porque tratamos a logística reversa desses materiais. Para se ter uma ideia, o setor de vestuário, que compreende a moda em geral, ocupa hoje o segundo lugar em impacto ambiental no planeta, diz a pesquisadora Suzana Barreto Martins.


Saiba mais sobre o assunto na Folha de Londrina.

Continue lendo

Últimas notícias

Publicidade