Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
Alto número de casos

Londrina pede à Secretaria Estadual de Saúde ampliação do uso do fumacê em quatro regiões

Redação Bonde
28 fev 2024 às 13:00
- Reprodução/Instagram
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

A Secretaria Municipal de Saúde de Londrina solicitou, na manhã desta quarta-feira (28), que a Secretaria Estadual de Saúde autorize a ampliação de mais dois ciclos do fumacê em quatro regiões do Município - Norte, Sul, Leste e Oeste.


De acordo com o secretário de Saúde, Felippe Machado, o novo ciclo iria ampliar o uso do fumacê em um período entre sete e 10 dias. A liberação da aplicação, contudo, ainda precisa ser aprovada pela Secretaria Estadual de Saúde.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


"Com exceção do Centro, identificamos a necessidade de ampliar em dois ciclos o uso do fumacê em Londrina, chegando ao limite máximo permitido. Nosso planejamento junto com o Estado, inicialmente eram cinco ciclos nessas regiões da cidade", explica.

Leia mais:

Imagem de destaque
Produtos do Município

Queijos que estão à venda na ExpoLondrina são premiados em concurso mundial

Imagem de destaque
Cinco mil encomendas

Londrina: Receita Federal apreende R$ 4 milhões em produtos nos Correios

Imagem de destaque
Durante o pôr do Sol

Ana Castela, fenômeno do agronejo, encerra temporada de shows na ExpoLondrina

Imagem de destaque
Incentivo ao esporte

Londrina abre licitação para construir Skatepark às margens do Lago Igapó


O secretário de Saúde aponta que a medida se deve ao momento de tensão vivido pelo Município no que se refere à dengue.

Publicidade


"Essa ampliação dos ciclos vai contemplar quase 900 quarteirões das regiões Norte, Sul, Leste e Oeste. Alguns bairros específicos evidentes dessas regiões serão o foco e aí fica o nosso apelo, o nosso pedido a todo cidadão londrenense que possa nos ajudar nessa guerra contra dengue", aponta Machado.


AUXÍLIO DA POPULAÇÃO


Conforme aponta o secretário, diversas medidas de combate ao mosquito Aedes aegypti tem sido colocadas em prática pelo Município, como a aplicação do fumacê, a vistoria de imóveis residenciais e comerciais e os mutirões de limpeza. No entanto, a colaboração dos moradores é essencial.


"Nada vai substituir ação de cada cidadão londrenense, olhando seu quintal, incentivando seu vizinho a fazer o mesmo, recolhendo todos os criadouros, porque essa epidemia, conforme mostram os dados técnicos, tem mais de 90% de pequenos focos, pequenos criadouros que acabam ficando nos nossos quintais", finaliza.


Imagem
Paraná registra sete novas mortes por dengue em uma semana
O boletim semanal da dengue publicado nesta terça-feira (27) pela Sesa (Secretaria de Estado da Saúde) registra 12.637 novos casos da doença e mais sete mortes.


Imagem
Laboratório fabricante do imunizante Qdenga firma parceria para ampliar produção
O laboratório Takeda, fabricante da vacina Qdenga, vai ampliar a produção das doses contra a dengue por meio de uma parceria firmada com o laboratório indiano Biological E.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade