Pesquisar

Canais

Serviços

Publicidade
VILA ROMANA

Moradores da zona leste de Londrina reclamam de lixo acumulado em calçada

Pedro Marconi - Grupo Folha de Londrina
15 fev 2024 às 15:37
- Pedro Marconi/Folha de Londrina
siga o Bonde no Google News!
Publicidade
Publicidade

Colchões, fogão, pedaços de madeira, materiais que poderiam ser reciclados e lixo de todo o tipo. O amontoado de entulhos é uma realidade que tem incomodado os moradores da Vila Romana, na zona leste de Londrina. A sujeira está espalhada por toda a calçada e até parte do asfalto, atrapalhando o trânsito, na rua Cláudio Faissal. A situação estaria sendo provocado por uma mulher que mora em frente. A reportagem não a encontrou durante o tempo em que esteve no bairro.


Segundo os vizinhos, o problema perdura há mais de uma década, porém, só tem piorado com o passar dos anos. “Cada vez aumenta mais o lixo. Tenho comércio aqui e é muito complicado uma visão horrorosa como essa”, reclamou uma comerciante, que preferiu não ser identificada. “Nesse quarteirão não tem mais área de pedestre. Um cadeirante, por exemplo, tem que usar a rua e sem visão nenhuma para atravessar”, constatou.

Cadastre-se em nossa newsletter

Publicidade
Publicidade


Tanto lixo acumulado em via pública tem contribuído para a proliferação de insetos e animais indesejados, que têm invadido as casas do entorno. “São ratos, ratazanas, baratas, aranhas, muitos bichos. As casas são lotadas de barata”, criticou. “Não venço passar veneno dentro de casa, está horrível”, afirmou uma outra moradora.

Leia mais:

Imagem de destaque
Previsão do tempo

Frente fria permanece sobre Londrina e final de semana deve ter temperaturas baixas

Imagem de destaque
Obras de melhoria

Regiões Norte e Leste de Londrina ficam sem água na segunda e na quinta-feira

Imagem de destaque
Formado na UEL

Poeta paranaense lança livro no Sesc Cadeião nesta sexta-feira

Imagem de destaque
Foi sucesso no Lollapalooza

Rapper Rael promove show de voz e violão no Espaço Villa Rica


Uma preocupação que tem tirado o sono das pessoas é a dengue. No local existem diversos recipientes que podem servir de criadouro para o mosquito Aedes aegypti depositar as larvas. Receio que aumenta em dias de chuva, como esta semana, e o período quente. Isso num momento em que a cidade corre o risco de enfrentar uma epidemia da doença e com duas mortes já registradas em menos de dois meses.


“Minha filha está ruim com dengue, tomando soro na veia, medicamentos. É a terceira vez que ela está com dengue. Tem um vizinho do lado da minha casa que está com a doença também. O mosquito só pode ter vindo daqui, porque eles não saem de casa”, denunciou uma moradora, que também não quis ter o nome revelado.


CONTINUE LENDO NA FOLHA DE LONDRINA

Imagem
Lixo acumulado em calçada gera medo e indignação na zona leste
Vizinhos reclamam que amontoado de sujeira em via pública tem aumentado os focos do Aedes aegypti e contribuído para proliferação de insetos
Imagem
Vence nesta quinta-feira o prazo para pagamento do 2º lote do IPTU 2024
Quem ainda não efetuou o pagamento do IPTU 2024 pode realizar o procedimento até esta quinta-feira (15), prazo de vencimento do 2º lote de carnês deste ano, correspondente a 132.356 unidades.
Publicidade

Últimas notícias

Publicidade